Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de julho de 2024

PRF faz operação especial no feriado do Dia do Trabalhador


Por Mariana Czerwonka Publicado 30/04/2015 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 22h52
Ouvir: 00:00

Feriado do trabalhadorComeçou à 0h de quinta-feira operação especial de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para o feriado do Dia do Trabalhador. O policiamento será intensificado por meio de rondas ostensivas nas rodovias e de posicionamentos estratégicos das viaturas ao longo dos trechos mais perigosos.  A operação vai até o fim da noite de domingo.

Como em todos os feriados, haverá restrições para bitrens, rodotrens, treminhões, cegonheiras carregadas e de veículos com cargas excedentes em rodovias federais de pista simples.

Os veículos não podem circular entre 16h às 23h59 de quinta-feira, 6h às 12h de sexta-feira e 16h às 23h59 de domingo.

Cuidados

Em época de feriado, com o aumento do tráfego em rodovias e consequentemente do número de acidentes, redobrar os cuidados e a atenção é primordial para quem quer pegar a estrada.

“Estes cuidados devem fazer parte da cultura do cidadão e não serem usados apenas em feriados”, alerta Elaine Sizilo, especialista em trânsito e consultora do Portal.

Para quem vai viajar, utilizar os conceitos da direção defensiva é fundamental. Para isso, é preciso estar atento no que se passa dentro e fora do veículo. Segundo Sizilo, é necessário ser muito mais cuidadoso quando o condutor se deparar com outros motoristas em atitudes de risco. “É melhor ficar longe de motoristas em zigue-zague, em alta velocidade, enfim, motoristas que colocam em risco a segurança dos demais”, diz a especialista.

Outra regra básica, porém não menos importante, é respeitar os limites de velocidade. “Quanto maior a velocidade, menos tempo o motorista tem para agir diante de condições adversas”, explica Sizilo.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *