Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

13 de julho de 2024

PRF registra 94 mortes em rodovias federais


Por Mariana Czerwonka Publicado 15/10/2012 às 03h00 Atualizado 09/11/2022 às 00h01
Ouvir: 00:00

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) divulgou nesta segunda-feira, o balanço de acidentes e mortes nas rodovias federais do país durante o Feriado de Nossa Senhora Aparecida. Ao todo foram registrados 2.544 acidentes e 94 mortes entre meia-noite de quinta-feira (11) e meia-noite de domingo (14). 

Segundo o balanço, por conta das chuvas em grande parte do país, a saída de pista foi o acidente fatal atendido com maior frequência (19 mortos e 37 feridos). A velocidade incompatível é o principal fator contribuinte para esse tipo de acidente. 

As colisões frontais, que historicamente são os acidentes mais frequentes e fatais, ficaram em segundo lugar (13 mortos e 17 feridos). Já os atropelamentos, ocuparam a terceira posição (11 mortos e quatro feridos). Outros óbitos foram provocados por outros tipos de acidentes.

Comparação

Na comparação com o feriado do Dia da Independência, a Polícia Rodoviária registrou queda de cerca de 20% no número de mortes em acidentes de trânsito, quando foram registradas 117 mortes.

Os estados com maior redução no número de mortes foram Santa Catarina (12%), Paraná (8%), Rio Grande do Norte (6%), Pará (5%) e Rio de Janeiro (5%).

De acordo com a PRF, como o Dia de Nossa Senhora Aparecida de 2011 caiu em uma quarta-feira, a comparação dos dados com 2012 fica prejudicada.

Fiscalização

O balanço da PRF também mostrou dados de fiscalização. Ao todo, a operação “Nossa Senhora Aparecida” parou 86 mil veículos e multou 18 mil, sendo que mais de mil motoristas foram flagrados dirigindo sem habilitação. 

Entre as infrações mais frequentes estão a ultrapassagem em local proibido, seguida da não utilização do cinto de segurança. Os estados com maior número de autuações foram Paraná, com 3.931 ocorrências, seguido do Rio Grande do Sul, com 2.039 e Goiás, com 1.925.

Durante os quatro dias, também foram apreendidos 182 quilos de entorpecentes e 19 armas. A PRF informou, ainda que 402 pessoas foram presas durante o feriado.

FONTE: Band

dpvatdpvat

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *