Notícias

Notícias

Radares vão multar por velocidade média do trecho percorrido 

A Secretaria Municipal dos Transportes de São Paulo iniciou processo de consulta pública para adquirir novos radares e equipamentos de fiscalização de trânsito. Uma das novidades previstas já para 2014 é a instalação de radares que medem a velocidade de um carro durante determinados trechos.

A nova tecnologia é similar à já utilizada em alguns trechos de rodovias do estado de São Paulo para substituir as tradicionais praças de pedágio. Nesses casos, sensores calculam o trajeto que foi percorrido para debitar somente o valor referente àquele espaço. Assim, motoristas que trafegam por pequenos trechos pagam menos do que quem percorre toda a rodovia. No entanto, o sistema utilizado nas estradas estaduais não é utilizado para gerar multas, mas apenas para realizar a cobrança do pedágio.

Dentro da região metropolitana, o objetivo da Prefeitura é fazer com que os motoristas dirijam abaixo da velocidade máxima permitida ao longo de toda a via. A nova tecnologia contará com sensores para calcular o tempo que o carro levou para trafegar entre dois pontos. Assim, mesmo que o veículo passe pelo radar dentro do limite, o motorista será multado caso exceda a velocidade máxima em algum outro momento.

A nova licitação também prevê um aumento de 14,5% na quantidade de radares pela capital paulista. Os aparelhos serão equipados com a tecnologia conhecida como Leitura Automática de Placa, que utiliza informações do sistema de monitoramento de trânsito da Companhia de Engenharia de Tráfego e da Central Interligada de Mobilidade Urbana. Na consulta pública, ainda estão sendo estudados sistemas que fiscalizam o avanço de sinal vermelho, a invasão a corredores exclusivos para transporte coletivo e carros que param sobre faixas de pedestres.

Durante o ano de 2012, os sistemas eletrônicos de fiscalização foram responsáveis por registrar mais de sete milhões de notificações, que representam 71% das multas da capital paulista. A Prefeitura afirma que o número de mortes no trânsito caiu 41% com os aparelhos eletrônicos e 90% dos motoristas respeitam o rodízio e as restrições a caminhões em determinados locais.

Fonte: Autoesporte


Artigos Recomendados Para Você

Deixe um comentário

Campos obrigatórios *