Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de julho de 2024

Sabe cuidar dos freios de sua carreta?


Por Talita Inaba Publicado 22/11/2012 às 02h00 Atualizado 08/11/2022 às 23h57
Ouvir: 00:00

Há muito tempo que se pede que as fabricantes de veículos invistam em campanhas para a educação dos motoristas e boas iniciativas já vem sendo realizadas pelas grandes marcas, como as da Scania e Volvo. A mais recente saiu da área de treinamento da Mercedes-Benz. Trata-se de uma campanha para conscientizar o motorista da importância da harmonização dos freios do cavalo-mecânico com os dos diversos tipos de semirreboques, como bitrem, rodotrem, treminhão, romeu-e-julieta e outros semirreboques. Entre os materiais elaborados pela área de treinamento da empresa, inclui-se uma cartilha sobre o assunto especialmente concebido para motoristas e que será distribuído pela rede de concessionárias. “Muitos motoristas realizam a manutenções preventivas e corretivas somente em seus caminhões, não se preocupando com a verificação e manutenção periódica do funcionamento do sistema de freios dos implementos que rebocam, deixando para o cavalo-mecânico a responsabilidade de parar também o semirreboque, afirma Eustáquio Sirolli, gerente sênior de treinamento de vendas e pós-vends da Mercedes-Benz do Brasil. De acordo com o executivo, na frenagem desses veículos, a situação ideal é aquela na qual o cavalo-mecânico não precisa segurar o implemento. “Em nossas pesquisas de campo, nos deparamos com veículos nos quais a composição é freada mais pelo cavalo-mecânico do que pelo implemento”, diz Eustáquio. “Pensando então em alertar os motoristas para essa siutação, elaboramos o livreto, que contribui para maior segurança do caminhão e da carga, assim como a segurança pessoal do condutor e de outras pessoas que circulam pelas vias e estradas”. Fonte:Transporte Mundial

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *