Notícias

Notícias

Veículos terão novo modelo de emplacamento a partir de 2016 

Veículos terão novo modelo de emplacamento a partir de 2016

Modelo de emplacamentoDenatran divulgou nesta quarta feira o novo modelo, que entrará em vigor a partir de janeiro de 2016 no Brasil

As placas de carros brasileiros sofrerão alterações e, nesta quarta feira, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) apresentou os novos modelos que vão entrar em circulação a partir de janeiro de 2016. O padrão será obrigatório em todos os veículos zero-quilômetro, incluindo automóveis, motocicletas, caminhões e ônibus. A implementação da nova placa será opcional para veículos transferidos de município ou com troca de categoria.
O novo modelo terá quatro letras e três algarismos, diferente das placas brasileiras atuais, que possuem três letras e quatro números. Outra diferença é que as letras e números serão distribuídos de forma aleatória o que permite, de acordo com o Denatran, 450 milhões de combinações diferentes. O modelo brasileiro atual, com letras e algarismos distribuídos de maneira fixa, pode alcançar um pouco mais de 175 milhões de combinações diferentes.
As medidas da nova placa serão as mesmas da atual, ou seja, 40cm de comprimento por 13cm de largura. Diferente do atual fundo metálico, a nova placa terá fundo branco, com uma tarja azul na parte superior, onde ficarão a bandeira do Brasil e o emblema do Mercosul. No lado direito da parte branca, ficarão a bandeira do estado e o brasão da cidade onde o veículo foi emplacado.
A cor das letras mudará de acordo com a categoria do veículo, sendo preta para carros particulares, vermelha para táxis, veículos comerciais e de aprendizagem, azul para carros oficiais, dourada para veículos diplomáticos e consulares, verde para veículos especiais (como teste de fabricante) e prata para carros de colecionador.Além dessas modificações, as novas placas contarão com particularidades que dificultarão a falsificação das identificações, como marcas d’água grafadas na diagonal.

Outro elemento para impedir clonagens é a integração de uma tira holográfica e um código QR, que certificarão dados como data de fabricação, empresa fabricante e número de série

O novo modelo de emplacamento tem como objetivo unificar o padrão dos países do Mercosul, formando assim uma integração entre o banco de dados dos veículos de Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela. Não há informações sobre o custo da troca de placas.


Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *