Notícias

Notícias

Vítimas de acidentes ainda ignoram direito ao DPVAT 

Seguro DPVAT

Número de acidentes aumentou em 2013; população desconhece o direito

O Seguro DPVAT pagou em Alagoas 470 indenizações por morte no trânsito no primeiro semestre deste ano. Os dados são da Seguradora Líder DPVAT e mostram um número alto. Porém, analisado a fundo, o total não reflete a realidade do Estado.

De acordo com a Seguradora, as indenizações pagas este ano não são, obrigatoriamente, resultantes de mortes registradas também em 2013, mas que ocorreram nos três últimos anos. E, diferente da violência no trânsito, que é crescente em Alagoas, o número de pagamentos feitos pelo DPVAT diminuiu com relação ao ano passado.

No primeiro semestre de 2012, foram pagas no Estado 596 indenizações, o que aponta uma queda de 21% em 2013.

Para comprovar a disparidade entre os dados do seguro e a realidade local, a Tribuna Independente coletou informações com a Polícia Rodoviária Federal e com o Batalhão de Polícia Rodoviária da Polícia Militar de Alagoas.

Os registros dos órgãos mostram que no primeiro semestre de 2012 ocorreram no Estado 524 acidentes, com 84 mortes. No mesmo período deste ano, foram 584 acidentes e 88 mortes, um aumento de 5% no total de óbitos.

Como a atuação da PRF e do BPRv não abrange toda a malha viária de Alagoas, os dados são relativos. Mas o Instituto Médico Legal mostra que só entre janeiro e junho deste ano foram registradas 274 mortes no trânsito. O órgão não disponibilizou informações do ano passado.

A reportagem consultou dois diretores do Sindicato dos Corretores de Seguros (Sincor) para saber o motivo da queda no total de indenizações pagas por morte no trânsito, considerando que houve aumento no número de óbitos por acidentes nas estradas alagoanas.

O corretor de seguros Edmilson Ribeiro, tesoureiro do Sincor, observa que há muita falta de informação da população sobre o DPVAT. “É preciso mais campanhas a respeito desse direito. Existem campanhas, mas a parceria ainda é pouca, tem que haver mais engajamento das instituições envolvidas, pois o seguro é pouco divulgado em Alagoas e tem pessoas que desconhecem o benefício”, observa.

Fonte: Tribuna Hoje

Artigos Recomendados Para Você

Deixe um comentário

Campos obrigatórios *

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Politica de Privacidade.

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']