• Tecnodata Reciclagem CNH

Notícias

Notícias

200 veículos quebram por dia em São Paulo devido a problemas mecânicos e elétricos 

CET retira das ruas da cidade, em média, 371 veículos quebrados por dia e mais de 55% desse total param de funcionar devido a falhas mecânicos e panes elétricas. A falta de manutenção é a principal causa desses problemas. Desde 2007, junho é considerado o “Mês pela Conscientização da Manutenção Preventiva de Automóveis”, na cidade de São Paulo, conforme lei municipal nº 14.274 que instituiu a data no calendário oficial da capital paulista, onde todos os dias a CET – Companhia de Engenharia de Tráfego, retira das ruas, em média, 371 veículos quebrados por dia. Neste ano, o volume mensal de veículos removidos é de 11.140, sendo 8.044 automóveis, 1.279 ônibus e 1.816 caminhões. Deste total, 39,2% apresentam problemas mecânicos; 16,77% panes elétricas; 1,05% por falta de combustível; 4,3% pneu furado; 0,16% bloqueados e 38,43% com defeito não identificado. Os veículos que apresentam problemas mecânicos e elétricos totalizam 6.127 mil unidades, mais de 55% das 11.140 remoções mensais efetuadas pelo órgão de trânsito da cidade. Apesar da média mensal de remoções ter sido um pouco inferior ao número registrado em 2010 que foi de 12.471,7 veículos, o volume de veículos quebrados nas vias ainda é alto, sendo um dos fatores que provoca congestionamento. A manutenção preventiva pode contribuir para a redução dos veículos quebrados, além de ser 30% mais em conta do que levar o carro na oficina somente quando o mesmo para de funcionar, de acordo com dados do GMA – Grupo de Manutenção Automotiva, responsável pelo programa Carro 100% / Caminhão 100%. “Como o automóvel é um sistema integrado, o desgaste de uma peça pode levar a quebra de outro componente”, explica o coordenador do GMA, Antônio Carlos Bento. Principais motivos de quebra em razão dos congestionamentos: – Problemas no sistema de arrefecimento podem provocar o superaquecimento do motor – Pane elétrica – Embreagem desgastada – Deficiência de lubrificação no motor Veículos que trafegam em trânsito de centros urbanos e que fazem percursos curtos que não permitem que o motor aqueça são submetidos a condições severas de uso. Por isso, o motorista precisa ter cuidados redobrados com o sistema de arrefecimento, embreagem e também com o óleo de lubrificação do motor que precisa estar no nível adequado e as trocas devem seguir as recomendações do manual do fabricante, além de fazer revisões periódicas em uma oficina de confiança.

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *