Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

19 de julho de 2024

Duas rodovias estaduais seguem parcialmente bloqueadas na RMC após fortes chuvas no Paraná, aponta DER


Por Banda B Publicado 15/11/2023 às 18h10
Ouvir: 00:00

Duas rodovias estaduais seguem parcialmente bloqueadas na Região Metropolitana de Curitiba (RMC) após as fortes chuvas que atingiram o Paraná no mês de outubro. O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) atualizou a lista de interdições nesta quarta-feira (15).

image-8-22
Foto: DER/PR

De acordo com o DER/PR, um trecho da Estrada do Cerne e da Rodovia dos Minérios (veja abaixo) seguem parcialmente bloqueados. Confira a localização dos bloqueios mencionados neste mapa. Nesta terça-feira (15), o DER encerrou o sistema pare-e-siga e liberou totalmente o tráfego da Estrada da Graciosa.

Veja abaixo a lista de bloqueios nas estradas paranaenses.

NOVA LIBERAÇÃO:

Estrada da Graciosa (PR-410) em Morretes – Tráfego liberado com fim de operação pare-e-siga e bloqueio noturno preventivo. Obras de recuperação permanecem em execução mais algumas semanas, em espaços ao lado da rodovia, com bloqueios pontuais sendo realizados conforme a necessidade, mas com duração de poucas horas.

BLOQUEIOS TOTAIS:

PR-836 e PRC-280 em União da Vitória – As duas rodovias com pistas alagadas devido à cheia do Rio Iguaçu, na altura do km 0.

PR-433 na Lapa – Bloqueio total no km 26 devido a alagamento da pista. Trecho é não-pavimentado.

PR-239 em Pitanga – Bloqueio total do km 349+650 ao km 351 devido ao risco de queda do talude sobre a pista. Devido à gravidade do dano verificado, com surgimento de várias rachaduras de grande porte que inclusive danificaram o sistema de drenagem no local, será necessária manter a interdição enquanto é recuperado o maciço.

PR-170 em Pinhão – Rachaduras no pavimento no km 468, entre Faxinal do Céu e a Usina Hidrelétrica Governador Bento Munhoz da Rocha Netto. Bloqueio total entre Faxinal e a usina, e entre Bituruna e a usina. Já foram iniciados os serviços de recuperação do trecho, visando retomar a trafegabilidade o mais breve possível.

PR-170 em Bituruna– Tráfego com bloqueio total devido aos danos das chuvas em múltiplos pontos, próximo à Usina Hidrelétrica Governador Bento Munhoz da Rocha Netto, e também devido à interdição do trecho seguinte, em Pinhão. Obra de recuperação está sendo providenciada.

PR-578, em Santa Cruz de Monte Castelo – Trecho bloqueado devido a alagamento e pontos de erosão causados pela cheia do Rio Ivaí. Segmento da rodovia é não-pavimentado, com os danos concentrados a cerca de 8 quilômetros do distrito de Santa Esmeralda, e antes de chegar na balsa que faz a travessia para Herculândia, distrito de Ivaté.

BLOQUEIOS PARCIAIS:

PR-170 em Guarapuava – Bloqueio parcial de uma pista no km 389, devido a escorregamento de terra em talude de aterro, com tráfego fluindo normalmente nas duas pistas restantes. Trecho está em obras.

PR-090 em Campo Largo – A Estrada do Cerne está em meia pista após surgimento de uma trinca no leito da rodovia, na altura do km 48, a cerca de um quilômetro da ponte sobre o Rio Açungui. Além de monitorar este dano, o DER/PR realiza serviços de retirada de material e melhorias da pista em todos os pontos de queda de barreira que estão surgindo, liberando o tráfego em poucas horas.

PRC-466 em União da Vitória – Trecho está com operação pare-e-siga das 07h às 20h, com bloqueio total somente à noite, devido ao risco de escorregamento de rochas sobre o pavimento.

PR-092 em Rio Branco do Sul – liberado provisoriamente um desvio no km 48, local atingido por rachaduras no pavimento. Tráfego em pista única, enquanto é providenciada a obra de recuperação da rodovia.

Os trechos com bloqueios totais ou parciais contam com sinalização de emergência disponibilizada pelo DER/PR, sendo de extrema importância que os condutores obedeçam a estas orientações, também seguindo com cautela redobrada nestes locais.

Publicado primeiro por

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *