Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

16 de julho de 2024

Estudante de medicina ajuda a salvar idoso atropelado no Alto da XV: ‘Estava inconsciente no chão’


Por Banda B Publicado 15/03/2023 às 07h55 Atualizado 16/03/2023 às 15h38
Ouvir: 00:00

Um idoso de 85 anos ficou gravemente ferido ao ser atropelado por um carro na manhã desta quarta-feira (15), no bairro Alto da Rua XV, em Curitiba. Um acadêmico de medicina que passava pelo local ajudou a socorrê-lo, pois chegou a ficar inconsciente no local.

Foto: Djalma Malaquias/Banda B.

O acidente aconteceu no momento em que o idoso atravessava a Avenida Nossa Senhora da Luz, no cruzamento com a Rua Professor Brandão. 

Ele foi atingido por um Fiat Siena. O motorista disse que não estava rápido.

“Estava vindo devagar, porque aqui tem muito movimento, juntei o freio, mas não deu tempo. Ele estava atravessando sozinho, com uma pastinha na mão, não sei se iria para o médico. Ele caiu e pegou meio de lado no parabrisa. Estava devagar porque aqui não tem como. Parei para prestar socorro. Foi forte a pancada”. 

disse Nilson, motorista do carro

Enquanto o socorro era acionado pelo motorista, o jovem Pedro Passos, de 22 anos, acadêmico de medicina, viu a cena do acidente e resolveu ajudar. Ele disse que chegou a ouvir a pancada.

“Quando vi, ele estava inconsciente no chão, sangrava bastante a cabeça, com fratura na perna, no braço, teve parada cardíaca. Fiz a massagem e ele voltou espontâneo”. 

comentou Pedro Passos, acadêmico de medicina

Segundo o jovem, a massagem cardíaca ajudou a salvar o idoso. Ele reforçou a importância de todos saberem a manobra.

“A massagem cardíaca tinha que ser ensinada em escolas, no ensino médio, pois pode salvar a vida”. 

avaliou Pedro Passos, acadêmico de medicina

Logo depois, o idoso foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros. Foi preciso inclusive o apoio do médico do Siate no local, por conta do risco. O homem foi encaminhado a um hospital.

O motorista que atropelou o idoso ficou no local e registrou boletim de ocorrência com os policiais do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran).

Foto: Djalma Malaquias/Banda B.

Publicado primeiro por

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *