Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

24 de julho de 2024

Congestionamento gera prejuízo de R$ 8 mil anuais para motorista


Por Talita Inaba Publicado 03/07/2013 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 23h35
Ouvir: 00:00

congestionamento prejuízoA Fundação Dom Cabral calculou os gastos que os motoristas de São Paulo e do Rio de Janeiro têm por causa do tempo em que ficam parados nos congestionamentos. Considerando o ganho médio por hora de um trabalhador, segundo o IBGE, a média do prejuízo é de quase R$ 8 mil anuais. Segundo a pesquisa, em cidades menores, o custo do congestionamento cai para cerca de R$ 6 mil por ano. Como o monitoramento na capital paulista é bem restrito, o prejuízo pode ser ainda maior. O consultor Frederico Furbetta que antes visitava cinco ou até seis clientes por dia, agora visita no máximo três. Ele precisou contratar funcionários para fazer o trabalho que ele faria se conseguisse fugir dos congestionamentos. “O tempo na rua para mim é um prejuízo muito grande porque eu tenho muita coisa para fazer. Se eu não tivesse me deslocando para um cliente para atendimento ou para escritório, eu estaria fazendo alguma coisa no escritório, estaria fazendo material para os clientes. Então eu teria um ganho melhor com isso, mas infelizmente você tem que ir se adequando”. “É uma questão econômica: não só quem está parado no congestionamento deixa de ganhar, mas também está deixando de consumir. Quem vai nos pagar a hora que estaríamos com nossa família, ou consumindo”, diz o pesquisador Paulo Resende. Fonte: Globo.com

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *