Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

22 de julho de 2024

Detran oferece atendimento psicológico gratuito a familiares e vítimas de acidentes

O serviço é exclusivo para pessoas que sofreram um acidente de trânsito ou perderam um familiar em uma ocorrência de trânsito.


Por Assessoria de Imprensa Publicado 18/11/2023 às 15h00
Ouvir: 00:00

O próximo domingo (19) é uma data para se lembrar daqueles que perderam a vida em um acidente nas vias. O Dia Mundial em Memória das Vítimas de Trânsito, que acontece anualmente no terceiro domingo de novembro, tem o objetivo de sensibilizar a sociedade e chamar atenção para essas perdas que poderiam ter sido evitadas e que podem ser reduzidas com a adoção de comportamentos seguros no trânsito por todos os condutores, ciclistas e pedestres.    

Com o objetivo de auxiliar os familiares a lidarem com o luto e ajudar as vítimas com sequelas e traumas a serem superados ou a se adaptarem às limitações físicas impostas pelo acidente, o Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) oferece gratuitamente o serviço de Apoio Psicológico e atendimento às vítimas de acidentes de trânsito e familiares.   

O serviço é exclusivo para pessoas que sofreram um acidente de trânsito ou perderam um familiar em uma ocorrência de trânsito. Durante o acolhimento, é aberto um espaço para o usuário relatar suas angústias, dúvidas e demandas, a fim de reduzir o sofrimento emocional de quem procura o serviço. O trabalho acontece por meio de atividades baseadas em terapia breve focal e varia entre cinco e dez sessões, de acordo com o resultado apresentado por cada paciente.   

“Cada morte no trânsito tem por trás uma família que terá que conviver com a ausência dessa pessoa querida. Nós sabemos que muitas dessas mortes poderiam ter sido evitadas e depende de cada um de nós contribuir para um trânsito seguro, obedecendo às leis de trânsito e respeitando um ao outro nos nossos percursos”, alerta o diretor geral do Detran|ES, Givaldo Vieira.   

Ele ressalta ainda a importância de passar pelo atendimento psicológico, como o que o Detran/ES oferece. “A busca pela ajuda profissional é essencial para que as pessoas que perderam um ente querido possam trabalhar de forma mais adequada esse luto. Também é importante para aqueles que se acidentaram e, às vezes, convivem com traumas ou precisam deixar de trabalhar ou mudar toda a sua rotina por conta de sequelas graves e permanentes”, disse Vieira.   

Atendimento psicológico para vítimas e familiares: como agendar   

Os interessados pelo atendimento psicológico ofertado pelo Detran/ES devem enviar mensagem pelo aplicativo WhatsApp para o telefone (27) 3145-6704, de segunda a sexta-feira, entre 9h e 17h.    

Para receber o atendimento, é importante informar o nome completo, a data de nascimento e se é a vítima ou familiar. A psicóloga responsável fará contato para entender a necessidade e agendar o atendimento.   

As sessões acontecem por videochamada ou presencialmente na Sede Administrativa do Detran|ES, em Vitória, conforme agendamento prévio. O atendimento é gratuito.   

Mortes no trânsito no Espírito Santo   

Somente este ano, de janeiro a setembro, 620 pessoas morreram no trânsito no Espírito Santo, de acordo com o Observatório da Segurança Pública do Espírito Santo. Confira os dados aqui.    

Dia de reflexão   

A criação do Dia Mundial em Memória das Vítimas de Trânsito aconteceu em 1993 pela RoadPeace, uma organização social do Reino Unido, como uma forma de lembrar das vítimas de sinistros no trânsito e várias organizações parceiras que  passaram a realizar ações de mobilização em todo o mundo nesta data.   

Em 2005, a Assembleia Geral das Nações Unidas adotou a Resolução 60/5, que instituía a data mundialmente no terceiro domingo de novembro. Dessa forma, buscando melhorar a segurança viária no planeta.   

A celebração data no Brasil ocorreu pela primeira vez em 2007, por iniciativa da ONG Trânsito Amigo. A partir daí várias entidades e órgãos do Sistema Nacional de Trânsito (SNT) vêm realizando ações para marcar a data em vários estados brasileiros.   

A celebração é uma oportunidade para aumentar a consciência pública em relação à inaceitável perda de um ente querido devido a um sinistro de trânsito. E, também, toda dor que acomete milhares de famílias em todo o mundo devido a essas tragédias. A intenção da data é também enfatizar a necessidade de intensificar os esforços para controlar esse importante problema de saúde pública. Além de desenvolver apoio para as milhares de vítimas que sobrevivem aos sinistros, mas têm a vida modificada devido às sequelas adquiridas por esses eventos.   

Serviço de atendimento de vítimas e familiares:  

Apoio Psicológico às vítimas de acidentes de trânsito e familiares. 

Agendamento: enviar mensagem pelo aplicativo WhatsApp para (27) 3145-6704, com o nome completo, data de nascimento e se é a vítima ou familiar. A psicóloga entrará em contato para agendar o atendimento. 

Horário: segunda a sexta-feira, entre 9h e 17h 

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *