Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

14 de julho de 2024

Luzes de emergência: qual é a importância?

A importância das luzes de emergência foi o tema de um dos Programas Tira-dúvidas do Portal do Trânsito que você pode ver acima.


Por Mariana Czerwonka Publicado 28/06/2024 às 08h00
Ouvir: 00:00
A importância das luzes de emergência foi o tema de um dos Programas Tira-dúvidas do Portal do Trânsito que você pode ver acima.

As luzes e a sirene são instrumentos que caracterizam o deslocamento de veículos de transporte de emergência. Nesses casos, o condutor desse tipo de veículo deve usar os dispositivos de alarme sonoro e de iluminação intermitente somente por ocasião da efetiva prestação de serviço de urgência. Além disso, deve manter o sistema de iluminação intermitente ligado nas situações de atendimento de emergência, ainda que o veículo esteja parado. A importância das luzes de emergência foi o tema de um dos Programas Tira-dúvidas do Portal do Trânsito que você pode ver acima.

De acordo com Celso Mariano, especialista e diretor do Portal do Trânsito, a legislação de trânsito brasileira é bem clara: os veículos de transporte de emergência precisam ser identificados imediatamente sem deixar dúvidas.

“Isso deve ocorrer para que os usuários da via abram caminhos, cedam a vez e colaborem com esta prestação de serviço tão importante para a sociedade”, diz.

O especialista também explica que é por isso que só é possível instalar esse tipo de dispositivo em veículos de emergência. “Ou seja, só é possível acioná-los quando os veículos estiverem em atendimento. Assim tudo funciona para que o serviço de emergência cumpra de forma eficiente a sua missão”, reitera.

luzes de emergencia
Luzes de emergência devem ser acionadas quando o veículo está em atendimento. Foto: bradcalkins para Depositphotos

Veículos de emergência

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro são considerados veículos de emergência:

  • os destinados a socorro de incêndio e salvamento,
  • de polícia,
  • os de fiscalização e operação de trânsito
  • ambulâncias.

Ainda conforme o CTB, além de prioridade no trânsito, esses veículos gozam de livre circulação, estacionamento e parada, quando em serviço de urgência, de policiamento ostensivo ou de preservação da ordem pública.

Como dar passagem a um veículo de emergência

De acordo com Mariano, o correto é quando os dispositivos regulamentares de alarme sonoro e iluminação intermitente estiverem acionados, indicando a proximidade dos veículos, todos os condutores deverão deixar livre a passagem pela faixa da esquerda, indo para a direita da via e parando, se necessário.

O especialista cita ainda que os pedestres também devem estar atentos. “Ao ouvirem o alarme sonoro ou avistarem a luz intermitente, os pedestres deverão aguardar no passeio e somente atravessar a via quando o veículo já tiver passado pelo local”, conclui Mariano.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *