Notícias

Notícias

Consumo de bebida alcoólica é debatido em conferência 

Consumo abusivo de bebidas alcoólicas, impactos na saúde pública, conseqüências no trânsito, transtornos familiares, dependência, efeitos da Lei Seca e tratamento. Essas questões começam a ser debatidas em conferências estaduais que começam por Campo Grande, nesta quinta-feira, 30, a partir das 14h00, no Plenário da Assembleia Legislativa. As conferências, que se seguem a várias audiências públicas que vem sendo realizadas na Câmara dos Deputados, serão realizadas também em São Paulo (12 de julho), Ceará (18 de agosto), no Pará (25 de agosto) e no Rio Grande do Sul (15 de setembro). Autoridades e especialistas das áreas de Saúde e Assistência Social do Estado e de Campo Grande participam dos debates nesta quinta-feira, como o médico Juberty Antônio de Souza, psiquiatra e professor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), além de Karina Paranhos, responsável pelo programa da saúde mental do Distrito Sanitário Especial de Saúde Indígena do Alto Solimões, e a médica Fabiane de Oliveira Vick, indicada por Zelik Trajber, médico pediatra, chefe das Equipes Multidisciplinares do Distrito Sanitário Especial de Saúde Indígena de Mato Grosso do Sul. Outro convidado especial é o deputado Givaldo Carimbão (PSB-AL) , relator da Comissão Especial de Políticas Públicas de Combate às Drogas. A programação da Conferência de Campo Grande prevê abertura dos trabalhos pelo presidente da Comissão Especial, deputado Geraldo Resende às 14h. Para composição da Mesa foram convidados os deputados estaduais Mara Caseiro (PC do B) e Lauro Davi (PT), e os deputados federais Henrique Mandetta (DEM-MS) e Vanderlei Macris (PSDB-SP). Fonte: Correio do Estado

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']