Notícias

Notícias

Dicas para dirigir com segurança na saída para o Carnaval 

Dicas para dirigir com segurança na saída para o Carnaval

Dirigir com segurança no CarnavalFiscalização foi reforçada nas rodovias federais de maior movimento. Objetivo é combater excessos de velocidade e embriaguez ao volante

A Polícia Rodoviária Federal já aumentou a fiscalização nas estradas por conta do Carnaval e, além disso, alerta que a maior parte dos acidentes acontece porque o motorista não mantém distância do outro carro. A  fiscalização está reforçada nas rodovias federais de maior movimento, para combater excesso de velocidade, ultrapassagem proibida e embriaguez ao volante. Durante o feriado, há mais bafômetros e radares nas estradas. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a batida traseira é o acidente mais comum.

Em um vídeo flagrado na Rodovia Fernão Dias, um carro bateu na traseira de um caminhão que atravessou na pista e outro carro que vinha em sentido contrário. De acordo com Osias Batista, especialista de trânsito, para evitar o risco, a distância do veículo da frente deve ser de, no mínimo, dois segundos. “Na hora que ele passar na placa eu começo a contar: 1001, 1002. Como eu ainda não havia passado na placa eu estou a mais de dois segundos de distância dele. Na hora que o veículo passa na placa verde, eu começo a contar e não chega a 1002. Eu não estava a dois segundos dele, então a minha distância do carro da frente estava menor do que a recomendada. Se ele rapidamente pisar no freio por qualquer obstáculo que aparecesse, ia aborroar a traseira dele porque não daria tempo da reação de frenagem. Essa distância, entretanto, tem que ser maior no caso de chuva porque o asfalto é mais escorregadio e o veículo leva mais tempo pra parar”, avalia o especialista.

A ultrapassagem em local proibido tem sido uma das principais causas de acidentes com mortes. Em um trecho da BR-381, saída para o litoral do Espírito Santo, é comum esse tipo de infração. “As colisões frontais normalmente acontecem nas ultrapassagens mal planejadas ou mal realizadas. Quando dois veículos se chocam de frente, somam-se a velocidade desses dois veículos. O impacto é muito grande, por isso é o acidente que mais mata”, analisa o inspetor Aristides Júnior, da Polícia Rodoviária Federal de Minas Gerais.

Outro fator de risco é a pressa dos motoristas. “Se você vai viajar, saia com calma e não tente estipular um horário para chegar ao seu destino porque nesse período de carnaval isso é impossível. No decorrer da viagem, tenha maior atenção e muita prudência”, pontua Aristides Júnior.

Fonte: Jornal Hoje

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']