Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

23 de julho de 2024

Condutor causa 73% dos acidentes fatais com moto


Por Mariana Czerwonka Publicado 26/09/2014 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 23h04
Ouvir: 00:00

Imprudência de motociclistasAtitude correta evitaria maioria das batidas com motocicleta, diz pesquisa

Erros e imprudência dos próprios motociclistas são as principais causas dos acidentes fatais envolvendo motos. A constatação é de uma pesquisa que aponta que 73% das colisões ou quedas que terminaram com morte ocorrem sem envolvimento de outro veículo. Feito pelo grupo de seguros BB/Mapfre, o levantamento avaliou 360 acidentes em todo o Brasil.

A estatística revela que não é possível creditar o alto número de acidentes com esse tipo de veículo somente ao crescimento da frota, já que a maior parte das batidas poderiam ter sido evitadas caso os motociclistas tivessem uma conduta correta no trânsito. “A motocicleta é mais ágil que o automóvel e propicia ao piloto se arriscar mais, esgueirando-se em pequenos espaços”, destaca Rogério Esteves, diretor de sinistro de automóvel do Grupo BB/Mapfre.

Ele explicou que a maioria dos que usam esse tipo de veículo são jovens, mais passíveis de cometer imprudências. Segundo Esteves, as motos são suscetíveis a muitos problemas que provocam a perda da estabilidade em motos, como a pista molhada, e a proteção do condutor é bem menor que em outros veículos, aumentando os casos fatais.

Outros tipos

Depois dos acidentes somente com motociclistas, as batidas com os carros são as que mais matam – o índice de fatalidade é de 12%. Em seguida aparecem colisão com caminhões (7%) e atropelamento de animais – 6%. Já as ocorrências com mortes envolvendo motos provocados por falha de sinalização ou por buracos no asfalto são 1% do total analisado pelo levantamento do grupo.

Mais dados

Embriaguez

Do total de acidentes fatais analisados na pesquisa, 4% foram causados por motociclistas que tinham ingerido álcool.

Desatenção

O descontrole da moto provocado por imperícia ou a falta de atenção foram responsáveis por 26% dos acidentes analisados.

CNH

 O Departamento Nacional de Trânsito estuda mudar as regras para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de motociclista. A intenção é investir na formação dos condutores.

Fonte: O Tempo 

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *