Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

13 de julho de 2024

SUS gasta 48% da verba destinada ao trânsito com motociclistas


Por Mariana Czerwonka Publicado 26/02/2013 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 23h47
Ouvir: 00:00

Acidentes com motocicletas são responsáveis por 69% dos pagamentos de indenização do seguro DPVAT

O SUS (Sistema Único de Saúde) gasta 48% da verba destinada ao tratamento de vítimas de acidente de trânsito com pessoas feridas em motocicletas. Esse percentual corresponde a R$ 200,3 milhões. A informação é de Dirceu Rodrigues Alves, presidente da Associação Brasileira de Vítimas do Trânsito. Ainda de acordo com ele, esse a cifra cresce 103% ao ano.

Segundo dados divulgados pela seguradora Líder, responsável pelo pagamento do seguro DPVAT (Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre), em 2012, os acidentes com motos foram responsáveis por 69% dos pagamentos de indenização.

De acordo com Ricardo Xavier, diretor-presidente da Seguradora Líder, o aumento da frota de motocicletas provocou uma mudança no perfil das vítimas de acidentes.

— Há alguns anos, o perfil das vítimas era diferente. O aumento das motocicletas mudou isso. As maiores vítimas do trânsito eram os pedestres, agora são os motociclistas.

Entre janeiro e dezembro de 2012, foram pagas 60.752 indenizações por morte em acidentes. Deste total, 39% eram vítimas de acidentes com motos e a maioria estava conduzindo o veículo. As motos representam apenas 27% dos veículos em circulação no Brasil.

A pesquisa ainda mostra que 22% das vítimas que morreram em acidentes de trânsito estavam de moto e tinham entre 18 e 34 anos.

Fonte: R7

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *