Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

13 de julho de 2024

PL pretende tornar obrigatória a apresentação de CNH A para compra de motocicleta


Por Mariana Czerwonka Publicado 06/07/2017 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 22h25
Ouvir: 00:00
Compra de motosNas regiões Norte e Nordeste, nove entre cada dez leitos de hospitais são ocupados por acidentados em motos. Foto: Arquivo Tecnodata.

A deputada federal Christiane Yared (PR-PR) apresentou, na Câmara dos Deputados, projeto de lei que obriga o comprador de motocicletas a apresentar carteira de habilitação tipo A e certificado de curso de direção defensiva antes de ser o titular e adquirir definitivamente o veículo.

“Os números mostram que a maioria das mortes ocorrem por imperícia e imprudência do motorista, aliado à alta velocidade e ao uso de álcool e drogas. O motociclista precisa de mais preparo até para preservar a própria vida”, disse a deputada.

A parlamentar paranaense defende que a não obrigatoriedade na apresentação da CNH no ato da compra da moto estimula a proliferação de condutores não capacitados nas ruas. Uma das maiores vozes em defesa da segurança no trânsito, Yared explicou que a exigência da maior capacitação dos motoristas é crucial para reduzir o número de acidentes com vítimas.

“Nas regiões Norte e Nordeste, nove entre cada dez leitos de hospitais são ocupados por acidentados em motos. E a grande maioria desses acidentes são causados por condutores sem habilitação, ou com pouca experiência. Não podemos deixar que essa matança continue”, frisou.

No Brasil, os acidentes envolvendo motos correspondem à principal causa de ocorrências no trânsito. Dos 246.455 motoristas indenizados pelo DPVAT em 2016, 88% eram motociclistas.

Com informações da Assessoria de Imprensa

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *