Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

13 de julho de 2024

Governo Federal orienta como viajar em segurança


Por Assessoria de Imprensa Publicado 22/01/2022 às 11h15 Atualizado 08/11/2022 às 21h16
Ouvir: 00:00

Guia dá dicas aos condutores de como viajar em segurança e evitar os riscos, além de gerenciar imprevistos que possam acontecer na estrada.

O Governo Federal, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), preparou um guia com dicas de como viajar em segurança, evitando os riscos e gerenciando as surpresas desagradáveis e imprevistos que podem acontecer na estrada. As viagens de carro costumam ser mais frequentes no mês de janeiro, devido ao período de férias e para que tudo corra bem durante o percurso, é necessário que seu veículo esteja com a manutenção em dia e com os requisitos básicos de segurança como extintor, estepes, triângulo, todos revisados.

A primeira dica para uma viagem segura é dirigir descansado

Isso é fundamental. O motorista cansado e preocupado tem seus reflexos e atenção diminuídos e com isso as chances de sonolência ao volante aumentam consideravelmente.

Para o caminhoneiro e motorista de ônibus, acostumados a dirigir longas horas, a Lei nº 12.619/12, conhecida como Lei do Descanso, determina que cumpram paradas de 30 minutos a cada quatro horas ao volante. Ela também assegura que esses profissionais tenham o direito de parar/descansar durante uma hora para fazer refeição. Além disso, a não viajar com menos de 11 horas de descanso entre uma viagem e outra.

Outra dica simples, mas não menos importante, é a manutenção de velocidades seguras

Velocidades seguras, por exemplo, são aquelas nem acima da máxima permitida, nem abaixo da mínima. Dirigir de forma segura, ao contrário do que muitos podem pensar, não é apenas obedecer aos limites de velocidades permitidos. É ter equilíbrio e bom senso e estar atento ao que acontece ao redor para agir prontamente a fim de evitar sinistros.

Fatores como a falta ou o excesso de iluminação na rodovia, bem como chuvas, movimento do trânsito e muitos outros podem representar perigos durante a viagem. Para enfrentar condições adversas como estas, respeite a velocidade máxima permitida, não se arrisque em ultrapassagens e evite as multas.

Kit de sobrevivência

Além de comida e água a bordo, outros itens são essenciais. Como, por exemplo, o macaco e o triângulo de sinalização, bem como ferramentas: chaves de rodas, de boca e de fenda; alicate, luvas e lanterna, caso hajam problemas noturnos. Ainda assim, especialistas recomendam fusíveis reservas para panes elétricas simples.

Pets na viagem

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê em três artigos (169, 235 e 252) as regras para transporte de animais em veículos.

Nesse sentido, o pet pode viajar em caixa de transporte compatível com o tamanho do animal, usando cinto de segurança peitoral preso ao mecanismo do cinto do próprio veículo; em assento de cadeirinha (a cadeirinha é quase uma cestinha que fica fixa ao banco, com o pet dentro, preso à coleira) – recomendado para pets pequenos de até dez quilos e, também, entre a grade de segurança (em diversos formatos e materiais) – indicada para animais de grande porte, geralmente colocada entre o banco de trás e a parte da frente do carro.

Todo esse cuidado com seu animal é importante. Além de evitar infrações, é para impedir que vidas sejam colocadas em risco com freadas bruscas, bloqueio da visão, desvio da atenção do condutor etc.

Transporte de crianças

Também no CTB, há a previsão de que o transporte de crianças com idade inferior a dez anos ou que não tenham atingido a altura de 1m45cm seja realizado, obrigatoriamente, em cadeirinhas compatíveis. O não cumprimento da regra acarreta sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do condutor e multa por infração gravíssima.

Com informações do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *