• Tecnodata Reciclagem CNH

Notícias

Notícias

Invalidez permanente é resultado de bebida e direção 

As estatísticas de acidentes no trânsito envolvendo motocicletas revelam que entre as principais causas está o consumo de bebida alcoólica por parte do motociclista antes de dirigir. E a principal consequência é a invalidez permanente. Só em 2012, as motocicletas representaram 74% das indenizações do Seguro DPVAT por invalidez permanente. Jovens entre 18 e 34 anos representam o grupo etário de maior incidência.

Dados do Ministério da Saúde apontam que uma em cada cinco vítimas de acidentes no trânsito envolvendo motos, internadas no Sistema Único de Saúde (SUS), consumiu álcool. Ainda segundo as pesquisas, o número de acidentes graves de motociclistas que deixam sequelas para o resto da vida tem aumentado consideravelmente. Os casos de fraturas expostas por acidente de moto já superam os casos provocados pela osteoporose em idosos. Além dos danos físicos, a combinação bebida com direção causa também danos financeiros, ao governo e ao infrator. Levantamento do Ministério da Saúde mostra que o custo de internações por acidentes com motociclistas pagas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), em 2011, foi 113% maior do que em 2008, passando de R$ 45 milhões para R$ 96 milhões. O crescimento dos gastos acompanha o aumento das internações que passou de 39.480 para 77.113 hospitalizados no período. Já para o infrator, a pena por ser pego dirigindo bêbado pode variar de multa no valor de R$ 1.915,38 e suspensão da carteira de motorista por 12 meses à detenção de seis meses a três anos. Fonte: O dia

Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *