Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

14 de julho de 2024

Como melhorar a mobilidade em tempos de festas de final de ano?


Por Agência de Conteúdo Publicado 13/11/2022 às 16h30
Ouvir: 00:00

Nesta época de final de ano é praticamente impossível fugir dos congestionamentos, mas existem dicas para melhorar a mobilidade. Veja!

As festas de final de ano sobrecarregam as rodovias e consequentemente a mobilidade. O motorista precisa estar ciente de que, assim como ele, outros estão deixando suas cidades para passar os dias de folga na praia ou no interior. Infelizmente, fica praticamente impossível fugir do congestionamento, mas com algumas dicas práticas essas horas de estrada podem ser evitadas ou então reduzidas.

Para se ter uma ideia, apenas no Estado de São Paulo mais de 13 milhões de veículos circulam pelas principais ligações do litoral e interior.

Rodovias estaduais e federais direcionam os motoristas para seus destinos, gerando pontos parados e de atenção ao longo do trajeto.

O que as autoridades fazem para reduzir o trânsito?

Pela quantidade de veículos, impedir que o trânsito fique carregado é impossível. Ainda assim, os governos estaduais e federais realizam uma série de ações para melhorar a qualidade da locomoção.

Uma das medidas mais elogiadas é limitar a movimentação de veículos pesados em rodovias de pistas simples. A medida visa facilitar o tráfego de carros de passeio sem correr o risco de acidentes com grandes caminhões.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) é a responsável por estas e outras ações que visam garantir a segurança e a fluidez nas rodovias federais.

Os governos estaduais também fazem suas partes para poder garantir a segurança nas rodovias de sua responsabilidade.

Para isso, se aumenta o monitoramento e a fiscalização. A ideia é parar veículos que estejam em alta velocidade, motoristas alcoolizados entre outros perigos que possam comprometer as viagens.

O que o condutor pode fazer para viajar melhor

Há muitas maneiras de tornar as viagens de final de ano melhores para a mobilidade. A primeira delas, é evitar o horário de pico das estradas nessa época do ano.

No Natal, as rodovias ficam cheias entre as 15h e 20h do dia 24 de dezembro, e das 7h às 14h do dia 25. Evite esses horários. No Ano Novo, as estradas ficam cheias entre as 9h e 12h do dia 31 assim como depois das 11h às 22h do dia 2 de janeiro.

Além de escolher um horário melhor para viajar, é importante cogitar também outros meios de transportes. Viajar de ônibus, por exemplo, é uma boa experiência para quem viaja em poucas pessoas.

O avião também é uma boa escolha, desde que você consiga antecipar as compras ou aproveitar promoções e cupom de desconto que reduza o valor da passagem. Pesquisar opções para chegar ao seu destino é uma parte gostosa de planejar a viagem de final de ano.

Você pode listar todas as opções para chegar até o destino, incluindo ir de transporte coletivo até parte do trajeto e então pegar um transporte de aplicativo ou até mesmo alugar um carro para completar a viagem.

São muitas opções interessantes que merecem sua atenção e que podem te fazer se livrar do trânsito que é tão comum nessa época do ano.

Outra dica interessante é tentar negociar a ida e volta para dias como o 23 de dezembro e voltar no dia 26, por exemplo. Para o Réveillon, por exemplo, sair no dia 30 e voltar no dia 2 depois das 15h pode ser uma solução também para não pegar trânsito.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *