Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de julho de 2024

Detran-DF adquire óculos que simulam efeitos de álcool e outras drogas


Por Mariana Czerwonka Publicado 07/09/2016 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 22h34
Ouvir: 00:00
Óculos embriaguezOs equipamentos serão utilizados em campanhas, palestras e cursos.

No Distrito Federal, o Departamento de Trânsito (Detran) começou a adquirir óculos que simulam efeitos de álcool e outras drogas. Sobre o assunto, o Revista Brasil conversou com o diretor geral do Detran-DF, Jaime Amorim. Ele conta que as campanhas educativas têm como objetivo orientar e alertar o usuário quanto aos perigos diversos na via pública e com isso ajudar a reduzir os riscos de acidentes de trânsito.

Segundo o representante do Detran-DF, os equipamentos serão utilizados em campanhas, palestras e cursos, onde o condutor vai perceber a sensação do motorista sob o efeito do álcool e outras drogas que os óculos simulam.

Ele explica que os óculos são parecidos com óculos de natação. “Eles são fixados no rosto do usuário e simulam uma situação hipotética do álcool, como se a pessoa tivesse ingerido substância alcoólica, em quantidade superior a 0,38 mg de ar expelido pelos pulmões. E os outros dois óculos simulam o efeito da maconha e o outro de outras drogas”, diz.

Jaime Amorim fala sobre algumas percepções que são percebidas com o uso do óculos. “Quando você utiliza os óculos, você então percebe a dificuldade de andar em linha reta, você percebe a dificuldade de tocar a ponta do dedo em um lápis, por exemplo, que é o teste que estamos realizando”, explica.

Os equipamentos serão amplamente divulgados e utilizados de 18 a 25 de setembro, na Semana Nacional de Trânsito, nos stands do Detran-DF em várias partes da cidade.

Com informações da Agência Brasil

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *