Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

16 de julho de 2024

Prática da direção defensiva pode ajudar a reduzir sinistros de trânsito

A prática da direção defensiva resulta em comportamentos cautelosos e, consequentemente, em redução de sinistros de trânsito.


Por Mariana Czerwonka Publicado 22/02/2023 às 13h30
Ouvir: 00:00
Prática de direção defensiva
Curso de Direção Defensiva é oferecido aos servidores do Detran/RO. Foto: Divulgação Detran

Direção defensiva é um conjunto de técnicas que o condutor deve incorporar à sua maneira de dirigir para torná-la mais segura para si mesmo e para os outros participantes do trânsito. Segundo Eliane Pietsak, pedagoga e especialista em trânsito, conhecer as técnicas não basta. “É preciso a prática da direção defensiva no dia a dia, reconhecer e abandonar antigos vícios e maus hábitos e alterar o comportamento, automatizando procedimentos e atitudes corretas”, explica.

Conforme o o diretor-geral do Detran/RO, Paulo Higo Ferreira de Almeida, nessa época do ano, infelizmente muitos misturam bebida e condução veicular ou ficam desatentos no trânsito. “Por este motivo o Detran, além de realizar suas ações de educação e fiscalização,  incentiva que os condutores coloquem em prática a direção defensiva”, disse. 

Já o governador do Estado de Rondônia, Marcos Rocha afirmou que o Governo tem realizado ações que visam melhorar a estrutura de tráfego no Estado, com o objetivo de contribuir para o bom desenvolvimento e melhora do fluxo nas vias urbanas.

“Além dos cuidados com os veículos e obedecer às regras de trânsito, é importante que o condutor leve em consideração o seu estado físico e mental; o sono, dores, fadiga, medo, insegurança, e fortes emoções. Se você estiver passando por  alguma dessas condições, a melhor escolha é deixar o carro em casa e optar por ir de carona ou aplicativo. Governo e população devem trabalhar juntos em favor da segurança de todos. No trânsito, escolha a vida”, explicou o governador.

O diretor-geral salienta ainda que a direção defensiva, pode ser definida como um conjunto de comportamentos cautelosos, executados pelo motorista ao dirigir. Esses comportamentos previnem o sinistro. “Conduzir o veículo atento à segurança do outro, seja pedestre, ciclista, motociclista ou motorista, descreve o condutor defensivo. Sua postura diminui as chances de provocar ou se envolver em acidentes”, destacou.

Dicas de segurança do Detran/RO

O agente de trânsito e instrutor do curso de Direção Defensiva da Escola Pública de Trânsito do Detran-RO, Isac Barbosa, informa que a direção defensiva inicia antes mesmo do motorista sair de casa.

“É importante que antes de entrar no veículo, o condutor faça um check list  dos itens de segurança, observe pneus, fluídos, lâmpadas. Ao entrar no veículo, é necessário atentar-se para a ergonomia, o motorista deve estar bem posicionado ao dirigir, mantendo uma postura correta e constante durante a direção, o que permite reagir instantaneamente em caso de acidentes. É essencial regular banco e retrovisores antes de sair dirigindo!”, lembra.

Isac Barbosa orienta que o conforto do motorista deve está vinculado à segurança, portanto o condutor deve manter:

  • Cabeça: apoiada ao banco, pois melhora a atenção e diminui a possibilidade de  agravamentos em caso de sinistro;
  • Braços: é recomendável que os cotovelos fiquem curvos, em torno de 120 graus. Manter os braços estirados por muito tempo pode causar desconforto nos ombros e no pescoço.
  • Mãos: deve manter as duas mãos no volante, retirando apenas para troca de marcha. Dirigir somente com uma das mãos é passível de multa, segundo o Código de Trânsito Brasileiro – CTB.
  • Coluna: o adequado é que a lombar esteja apoiada no encosto do assento, com o banco no ângulo entre  100 e 120 graus. “Se utilizar o banco mais curvo, numa batida ou freada brusca, o motorista tem mais chance de escorregar do cinto” – destacou.
  • Pés e pernas: mantenha os joelhos ligeiramente inclinados, sustentando os calcanhares no piso enquanto estiver guiando, dá estabilidade durante a direção.

Além de conhecer o veículo mantendo a manutenção preventiva, de ter uma boa postura ao dirigir, o condutor defensivo deve utilizar, de maneira adequada, os dispositivos de segurança. Além disso, respeitar a legislação de trânsito.

Com informações da Assessoria de Imprensa do Detran/RO

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *