Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

13 de julho de 2024

DNIT divulga nova versão do Programa Nacional de Segurança e Sinalização Rodoviária

Evento foi realizado na B3, a Bolsa de Valores de São Paulo.


Por Assessoria de Imprensa Publicado 21/10/2023 às 15h00
Ouvir: 00:00

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), participou na última quinta-feira (19) do Brasil Transport Invest, um evento inédito no setor de infraestrutura brasileiro, que aconteceu na B3, a Bolsa de Valores de São Paulo. O encontro reuniu representantes de investidores, de construtoras e de concessionárias, dos setores privado e público de rodovias para apresentação do Programa Nacional de Segurança e Sinalização Rodoviária.

Participaram do evento o Ministro dos Transportes, Renan Filho; o diretor-geral do DNIT, Fabrício Galvão; o secretário-executivo do Ministério dos Transportes, George Santoro; a secretária nacional de Transporte Rodoviário, Viviane Esse; o diretor-presidente da Infra S.A., Jorge Bastos e o diretor da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Rafael Vitale.

O diretor-geral do DNIT, Fabrício Galvão falou sobre a importância de buscar a redução de sinistros de trânsito e apresentou aos participantes a nova versão do Programa Nacional de Segurança e Sinalização Rodoviária, o BR-Legal 2.

O programa contribui efetivamente para melhorar as condições operacionais da rodovia, com a padronização e elevação dos níveis de segurança. Ou seja, o resultado é a redução do número de sinistros de trânsito. Dessa forma, deixando claro que a sinalização adequada garante a eficiência e a segurança das rodovias para os usuários.

Conforme o órgão, o BR- Legal 2 proporciona o aumento da segurança de toda a malha rodoviária federal. Isso ocorre através da implantação e da manutenção da sinalização horizontal, vertical e dispositivos de segurança.

A sinalização vertical contempla as placas de regulamentação, indicação assim como as de advertência. Já, a sinalização horizontal, demarcações no pavimento e dispositivos auxiliares, como tachas e cilindros delimitadores.

Já os dispositivos de segurança, implantados ao longo da rodovia, com forma, resistência e dimensões específicas, são capazes de conter e redirecionar veículos desgovernados, de forma a mantê-los na plataforma rodoviária sem brusca redução de velocidade ou perda de direção.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *