Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de julho de 2024

Veja dicas para viajar de ônibus com segurança e identificar situações de risco

Além das dicas, antes de comprar as passagens, é importante sempre confirmar se a empresa e a viagem estão autorizadas.


Por Pauline Machado Publicado 07/08/2023 às 13h30
Ouvir: 00:00

Muitas pessoas perdem a vida ou ficam feridas gravemente nas estradas não somente pelas condições das vias, mas, também pela escassez de fiscalização do transporte rodoviário de passageiros nas rotas interestaduais, inclusive, com fechamento de vários postos de fiscalização, conforme informações do Sindicato dos Funcionários das Agências Reguladoras – SINAGÊNCIAS.Por esse motivo, é muito importante saber de algumas dicas de segurança antes de viajar de ônibus.

Em paralelo, um levantamento do Estradas.com.br apontou que o problema também é crítico nas rotas estaduais, especialmente em São Paulo, onde a Artesp – responsável pelas viagens intermunicipais, mudou a portaria que estabelecia parada obrigatória para viagens acima de 170 quilômetros e aumentou para 350 quilômetros.

Dessa forma, conforme o levantamento, além de causar situações que comprometem a saúde e a segurança dos passageiros, coloca mais pressão nos motoristas, que sofrem cada vez mais com excesso de jornada e tempo de direção contínua acima do que determina a segurança no transporte e a saúde do condutor.

Diante deste cenário, veja algumas dicas para viajar de ônibus com segurança e identificar situações de risco

  • Pela placa, é possível o passageiro saber se a empresa está com o cronotacógrafo, a caixa-preta do transporte rodoviário, em dia. Certificação do Inmetro vencida significa que a empresa não cumpre a lei e você pode ficar na estrada, esperando outro ônibus;
  • Quando dois motoristas estiverem revezando em viagens longas e o descanso for no assento do ônibus, tudo indica que estão trabalhando em excesso de jornada;
  • Nas excursões, pergunte sempre onde o motorista vai dormir quando chegar no destino;
  • Caso seja no próprio ônibus, significa que não terá condições de descanso adequado. A não ser que você considere que dormir num bagageiro seja local de repouso para quem transporta vidas;
  • Estudos de medicina do sono indicam que quando o motorista passa de duas horas de direção contínua, começa a perder os reflexos. Além disso, quando passa de 4 horas, o risco de ocorrer uma tragédia é muito grande. Verifique antes como funcionam as paradas;
  • Nunca viaje em empresas que usam como marketing oferecer viagens sem parada em trajetos superiores a 250 km. Uma empresa que não faz parada pode comprometer a viagem e causar um acidente;
  • Idosos, gestantes e pessoas com dificuldade de locomoção correm o risco de cair e sofrer lesões quando vão usar o banheiro do ônibus;
  • Muitas horas sentado representa risco de embolia pulmonar, portanto, mais uma vez reforçamos a necessidade da realização das paradas;
  • Ficar em pé no veículo em movimento representa risco de morte. Basta uma freada brusca a 80km/h para que você possa sofrer uma queda com graves lesões. Numa colisão, a chance de óbito é grande;
  • Memorize sempre o nome da empresa assim como o prefixo do ônibus na hora da parada;
    Fique atento ao tempo na parada informado pelo motorista para não perder a viagem;
  • O motorista tem obrigação de alertar os passageiros no início da viagem sobre a importância do uso do cinto. Ou seja: valorize essa atitude;
  • Quando a viagem inicia, significa que o motorista já está trabalhando por, pelo menos, uma hora. É o tempo da chegada na garagem, verificação das condições do veículo e da documentação. Além do deslocamento até a rodoviária ou local onde os passageiros embarcam. Portanto, considere isso jornada de trabalho;
  • A legislação prevê que o motorista de ônibus pode trabalhar 8 horas por dia, 48 horas por semana. Com previsão de 2 horas extras e 4 horas em situações excepcionais;
  • Fique sempre atento aos seus pertences no ônibus, principalmente quando sair do veículo por qualquer motivo;
  • Tenha água no veículo e alimentos leves. Você pode ficar parado na estrada no caso de acidente ou engarrafamento;
  • Procure levar um casaco porque o ar condicionado dos ônibus não é individual e você não tem como controlar a temperatura;
  • Acomode a bagagem de bordo com cuidado. Não coloque sua segurança e dos demais em risco, por exemplo, com bagagens pesadas ou colocadas no compartimento acima da cabeça de forma negligente.

Fonte: Estradas.com

Como saber se a viagem está autorizada

Além das dicas de segurança acima, antes de comprar as passagens para viajar de ônibus, é importante sempre confirmar se a empresa bem como a viagem estão autorizadas, acessando o site da Associação Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, onde é possível saber, também, quais os direitos e deveres em viagens rodoviárias interestaduais.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

1 comentário

  • Junior
    19/10/2023 às 10:14

    Essas dicas ajudam muitas pessoas que precisam de viajar de ônibus todos os dias vemos coisas que não gostamos e por isso essas dicas são extremamente importantes para os passageiros, pegar ônibus não uma tarefa tão simples como muitas pessoas possam imaginar. Principalmente quando se fala em pegar o ônibus na hora certa, já que precisamos saber o horário de ônibus https://horariodeonibus.net/

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *