Notícias

Instrutor e CFC

PL prevê reciclagem obrigatória para profissionais que atuam na formação de condutores 

PL prevê reciclagem obrigatória para profissionais que atuam na formação de condutores
Foto: Depositphotos

O curso de atualização para profissionais da área já está previsto na Res.789/20 do Contran, o PL pretende inserir essa informação no CTB.  

Curso de atualização
Foto: Depositphotos

Tornar obrigatória a reciclagem de examinadores, diretores e instrutores dos Centros de Formação de Condutores (CFCs), bem como a todos os demais profissionais que atuem na
formação, aperfeiçoamento ou reciclagem de condutores. Esse é o tema do PL 137/21 que está tramitando na Câmara dos Deputados.

De autoria do deputado Hercílio Coelho Diniz (MDB/MG), o projeto altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e define que os profissionais que atuam na área deverão participar de cursos de atualização em trânsito, com conteúdo, carga horária e periodicidade definidos pelo Contran, em intervalos não superiores a cinco anos. “Entendemos que a reciclagem dos profissionais que preparam nossos condutores é essencial. Isso trará melhoria das condições de segurança de nosso trânsito”, afirma o deputado em sua justificativa.

Atualização

Os cursos de atualização para instrutores de trânsito, instrutores de cursos especializados, diretor-geral de CFC, diretor de ensino de CFC e examinadores de trânsito já estão previstos pela Res.789/20 do Conselho Nacional de Trânsito.

A norma detalha a carga horária do curso que é de 20 horas-aula e também o conteúdo que deve ser abordado. São eles: atualizações na legislação, a evolução tecnológica e estudos de casos, relacionando a prática com os fundamentos teóricos dos cursos.

Ainda conforme a resolução, os profissionais devem passar por curso de atualização a cada cinco anos.

 

 

Artigos Recomendados Para Você

8 Comentários

  1. ligeirinhopr

    Se for fiscalizado e com uma rotina e material direcionado para prática e teórico, será uma medida boa. Como tem sido as atualizações, é perda de tempo, pois foi só para cumprir a carga horária.

    1. REINALDO LUIZ

      Acrescentando, valorizar esse profissional, nem está em pauta, cobrar ai sim, são craques em ficar inventando moda. Porque não reestrutura a justiça de 1942/6/8, com mais de 70 anos sem atualizar.
      Hoje o bandido é mais feliz que a pessoas dignas e trabalhadoras.

  2. Emanoel Cerqueira

    Acredito que esta obrigatoriedade deve ser pra engordar os caixas das empresas formadoras.Porquê se facilitar os instrutores darão aulas aos formadores.São os instrutores que lidam dia a dia com alunos e acompanham as leis das suas profissões.

  3. adalgiso dagner

    Concordo com voce ,pois e um faz de conta essas escolas de instrutores nao tem estrutura para formar e nem reciclar os intrutores,e mais as autoescolas nao tem culpa desse transito, que virou uma guerra sem. a responsabilidade das autoridades que sao omissos com o transito.

  4. ELIAs de LIMA

    Os profissionais estão trabalhando para não passar fome, sem estimulo nenhum.
    Já fui trocado por um profissional que só colocava vídeo na sala de aula, mas aceitava ganhar menos..
    Tem que ter fiscalização..

  5. ELIAs de LIMA

    Os profissionais estão trabalhando para não passar fome, sem estimulo nenhum.
    Já fui trocado por um profissional que só colocava vídeo na sala de aula, mas aceitava ganhar menos..
    Tem que ter fiscalização..
    Um auxílio reclusão é maior que o salário de um instrutor..

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']