Notícias

Notícias

PRF faz operação para prevenir acidentes no feriado prolongado 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou na madrugada desta quinta-feira (1º) a Operação Finados 2012.Os agentes vão verificar casos de excesso de velocidade, consumo de bebidas alcoólicas antes de dirigir, ultrapassagem em local proibido e trânsito pelo acostamento. Eles também vão ficar atentos ao uso do cinto de segurança e da cadeirinha para crianças e às condições dos pneus.

Durante a operação, a Polícia Rodoviária Federal terá o apoio de helicópteros. A PRF aumentou em 20% o efetivo para reforçar o patrulhamento, principalmente, nas rodovias que dão acesso às praias do Rio de Janeiro, que sempre apresentam um movimento maior.

A relações públicas da PRF no Rio de Janeiro, inspetora Marisa Dreys, explicou que o trabalho da corporação vem sendo planejado com base nas informações de estatísticas operacionais, no intuito de direcionar a fiscalização para os pontos mais críticos.

De acordo com ela, as rodovias de pistas simples, ou seja, as que não são duplicadas, como o trecho da BR-101 que vai em direção a Angra dos Reis e a Paraty, na região da Costa Verde, registram acidentes mais graves devido ao desrespeito à legislação por parte dos motoristas.

“São rodovias onde casos de acidentes são muito graves como colisões frontais que acabam terminando em óbito ou [deixando] feridos em situação grave. A Polícia Rodoviária Federal vai focar as fiscalizações em alguns pontos mais específicos”, disse acrescentando que o motorista que for pego trafegando pelo acostamento receberá uma multa no valor de R$ 560, além de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Marisa Dreys ressaltou que o órgão intensificará também as fiscalizações nos ônibus, orientando os passageiros quanto ao uso do cinto de segurança. Segundo a inspetora, isso não evita acidentes, mas diminui a gravidade das lesões e os riscos de morte.

“Não é só a fiscalização policial que vai resolver o problema. Se o passageiro decidir tirar o cinto no meio da viagem, nós [agentes] não vamos ter como saber no meio da rodovia, mas é importante que ele [o passageiro] esteja consciente de que uma pessoa solta dentro do ônibus, no momento de uma colisão, acaba sendo projetada para frente por toda a área interna do veículo, colidindo com outras pessoas, gerando lesões mais graves”, alertou.

No dia 22 de outubro, um acidente com um ônibus da Viação 1001 deixou 15 mortos e 20 feridos. O veículo caiu de uma ribanceira na Rodovia Rio-Teresópolis (BR-116), na descida da serra. O ônibus saiu de Itaperuna, no noroeste fluminense, com destino à Rodoviária Novo Rio, na capital. A suspeita é que o motorista tenha perdido o controle da direção do ônibus no km 102. As causas do acidente ainda estão sendo investigadas.

O Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRV) informou que aproximadamente 670 policiais militares farão o patrulhamento das rodovias estaduais durante o feriado prolongado.

De acordo com números disponibilizados pelo batalhão, no último feriado de Nossa Senhora Aparecida, no dia 12 de outubro, houve uma redução de 50,94% no número de acidentes de trânsito. A queda foi verificada na comparação com 2010, já que em 2011 o feriado não foi prolongado. O número de vítimas caiu 39,47% e o de veículos envolvidos em acidentes diminuiu 46,56% na mesma comparação.

Fonte: Bem Paraná


Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']