Notícias

Notícias

Quando o celular combina com direção 

Aplicativos como o Waze permitem ao motorista monitorar o trânsito em vários pontos da cidade pelo smartphone. E fazem mais: informam sobre colisões, trechos mal sinalizados e até buracos no asfalto

O consultor de TI Ubirajara Faustino não sai de casa sem antes dar uma checada no aplicativo Waze, no celular ou no tablet. “Posso até dirigir sem o GPS do carro, mas sem os gadgets nunca, já que eles me ajudam muito mais”, conta. O segredo do sucesso é a característica colaborativa do app, que permite que os motoristas forneçam detalhes do trânsito para toda a comunidade. “O diferencial do aplicativo é que quanto mais pessoas usam, mais completo ele fica. Já colaborei com todo tipo de conteúdo, inclusive com fotos”, explica Faustino.

Com exceção dos apps nativos de GPS que vêm nos smartphones, o Waze é o programa de trânsito mais popular entre os usuários, justamente por valorizar a colaboração. Munido do app no seu gadget (ele roda tanto em iOS quanto no Android), você tem à disposição, além de um mapa da cidade, as sinalizações fornecidas por outros usuários, como pontos de colisões, engarrafamentos, objetos na pista, trechos mal sinalizados e (muito importante no Recife) buracos no asfalto. “O melhor é a interface, que é muito simples. Basta sair de casa que vejo em que vias o trânsito está mais fluido, intenso ou completamente parado”, conta Faustino. A partir daí, o próprio aplicativo calcula qual a melhor rota a seguir.

Além desses recursos, atualizações recentes intensificaram a experiência de grupo, como salienta o administrador de empresas Marcos Rizzardi Júnior. “Posso procurar meus contatos do celular e amigos do Facebook que também usam o Waze e incluí-los como favoritos. Assim dá para ver se eles estão na sua rota”, explica.

E sabe quando você tem que ir de carro para um lugar que não conhece e um colega se oferece para guiá-lo com o carro à sua frente? O Waze ajuda até nisso. “Mesmo que você perca o amigo de vista, pode seguir o sinal dele no GPS”, completa Rizzardi. Os preocupados com privacidade podem ficar tranquilos: existe a opção de ficar invisível ao sinal.

Entretanto, o Waze não é o único aplicativo destinado ao trânsito nas lojas online. O programador em TI Rafael Vilar já experimentou quase todas as opções disponíveis na rede e hoje usa o Google Maps nativo do seu Android. “Quando baixei o Waze, não existiam muitos usuários. Aí, abandonei o aplicativo. Também costumava consultar as contas de Twitter que divulgavam as condições de trânsito, mas elas não são tão precisas”, lembra.

O programador conta que o fato de o Google Maps possuir um número maior de localidades mapeadas impede que ele se perca, mesmo quando vai a locais que nunca visitou. “O GPS do celular funciona tão bem quanto os que são vendidos especificamente para carros,” diz Vilar.

Fonte: Jornal do Commercio


Artigos Recomendados Para Você

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']