Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

23 de julho de 2024

Segurança: empresa cria checklist para obter diagnóstico do sistema de freios


Por Pauline Machado Publicado 21/04/2022 às 16h30 Atualizado 08/11/2022 às 21h11
Ouvir: 00:00

O sistema de freios deve sempre estar na lista de prioridades quando o assunto é revisão do veículo. 

Por ser um dos sistemas mais importantes dos veículos, em outras palavras, que lida diretamente com a segurança dos passageiros e de outros motoristas, o sistema de freios deve sempre estar na lista de prioridades quando o assunto é revisão do veículo. Nesse sentido, a Cobreq, marca da multinacional TMD Friction, com mais de 60 anos de tradição na fabricação de pastilhas e lonas de freio, especializada em itens de fricção para os veículos, nas linhas leve, utilitários, moto, pesada e agrícola, criou um checklist para ajudar e facilitar o diagnóstico do sistema de freios.

Verificar dutos, conexões hidráulicas, válvulas, cilindros e a central do ABS são alguns dos pontos indicados no checklist, assim como, a verificação de fluido, efetuar limpeza, lubrificação e regulagem dos componentes do comando do freio de estacionamento, incluindo molas, pinos, reguladores auto ajustáveis, servo freio, luzes indicativas do painel de instrumentos entre outros componentes que criam uma rotina para análise do sistema.

Falta de diagnóstico do sistema de freios

De acordo com o Consultor Técnico da empresa, Luiz Castro, muitas vezes o problema apresentado no sistema de freios, é consequência da falta de diagnóstico em outros componentes.

“A verificação para saber o que está acontecendo com os freios, por exemplo, precisa ser mais abrangente para evitar futuros retrabalhos, manutenções desnecessárias e dor de cabeça, para o dono do carro e para o reparador”, ressalta o especialista.

Ou seja, devido à sua importância, na maioria das vezes, as montadoras de veículos recomendam em seus planos de manutenção, a revisão preventiva dos freios a cada 10 mil km. “Acompanhamos a evolução das tecnologias e o sistema de freios é de extrema responsabilidade e importância em um veículo. Qualquer erro de diagnóstico ou manutenção, por exemplo, pode representar sérios e irreparáveis danos. Temos essa preocupação e entendemos nossa função em levar informação, bem como atualização para os nossos clientes”, reforça Luiz Castro.

O consultor técnico acrescenta ainda que verificar o sistema, não é apenas trocar pastilhas, sapatas e fluidos. “É muito mais que isso. Além de garantir uma inspeção total e documentar todo o processo, o checklist gera maior confiança e auxilia na consequente fidelização do cliente pois demonstra a preocupação do reparador como um todo, indicando todos os componentes que necessitam de verificação ou substituição, orienta e finaliza.

Veja os itens que compõem o checklist:

1 – Luzes dos sistemas eletrônicos

2 – Substituir servo freio

3 – Substituir válvula do servo freio

4 – Reservatório do fluido para freios

5 – Substituir o fluido para freios

6 – Substituir o cilindro mestre

7 – Substituir o flexíveI dianteiro

8 – Pinças dianteiras

9 – Sensores de impulso dianteiro

10 – Discos dianteiros

11 – Substituir jogo pastilhas do eixo dianteiro

12 – Substituir cubo e/ou rolamento dianteiro direito

13 – Inspeção dos dutos e conexões hidráulicas do sistema

14 – Válvula equalizadora (fixa ou sensível a carga)

15 – Tambores

16 – Limpeza, bem como a lubrificação. Além disso, regulagem dos componentes de comando do freio de estacionamento. (alavancas, molas, bem como pinos dos conjuntos, dispositivos de ancoragem e autoajuste, etc.)

17 – Cilindros de roda traseiro

18 – Substituição do conjunto de sapatas

19 – Autorregulador de freio traseiro

20 – Substituir o flexível traseiro

21 – Pinças traseiras

22 – Sensores de impulso traseiro

23 – Discos traseiros

24 – Substituir jogo de pastilhas do eixo traseiro

25 – Cubo e/ou rolamento traseiro

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *