Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

25 de julho de 2024

Senado Federal: violência no trânsito será tema de debate na quarta-feira


Por Agência de Notícias Publicado 31/05/2022 às 18h05 Atualizado 08/11/2022 às 21h09
Ouvir: 00:00

O debate tem como tema os os impactos da violência no trânsito bem como as possíveis soluções para esse problema.

O Senado promove na quarta-feira (1º), a partir das 9h, uma sessão de debates sobre os impactos da violência no trânsito bem como as possíveis soluções para esse problema. O debate foi solicitado por meio de requerimento (RQS 317/2022) pelo senador Fabiano Contarato (PT-ES).

Antes de se tornar senador, Contarato foi delegado de Delitos de Trânsito. Além disso, diretor-geral do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran/ES).

“Em 2020, de acordo com informações colhidas no DataSUS, o Brasil registrou 33.716 mortes decorrentes de acidentes de transporte. Além disso, somente no Espírito Santo, 762 capixabas perderam suas vidas no trânsito naquele ano”, ressalta ele.

“Esse alto patamar de vítimas fatais no trânsito é uma realidade brasileira que é preciso enfrentar bem como debater democraticamente”, diz Contarato em seu requerimento, que também teve a assinatura de outros 17 parlamentares.

Conforme o senador este mês também aconteceu o Maio Amarelo, movimento internacional que tem entre seus objetivos conscientizar a sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito.

O Plenário do Senado será palco do debate.

Convidados

Entre os que receberam convite para o debate sobre violência no trânsito estão:

  • Alysson Coimbra, representante da Comissão de Assuntos Políticos da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet);
  • Édina de Almeida Poleto, diretora-técnica do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran/ES);
  • Elvina de Carvalho Littig, representante das famílias do grupo folclórico alemão Bergfreunde;
  • José Aurélio Ramalho, diretor-presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV);
  • Juliana de Barros Guimarães, especialista em psicologia do trânsito e diretora científica da Associação Brasileira de Psicologia de Tráfego (Abrapsit);
  • Luís Carlos Paulino, coordenador socioeducativo da Associação Brasileira de Educação de Trânsito (Abetran);
  • Marcos Paulo Silva Duarte. Ele é presidente da Federação Espírito Santense de Ciclismo (Fesc).

As informações são da Agência Senado

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *