Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

Alugar ou comprar caminhões? Entenda o que vale mais a pena para a sua empresa

Cada modalidade envolve seus próprios prós e contras, sendo necessário avaliar o contexto e as estratégias da corporação para encontrar a melhor solução.


Por Agência de Conteúdo Publicado 12/05/2024 às 15h00 Atualizado 27/05/2024 às 16h54
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Comprar caminhões
Veja se vale mais a pena alugar ou comprar caminhões. Foto: Drazen Zigic l iStock

A logística de transportes é um dos processos mais complexos do mercado, assim como também determina uma parte crucial do negócio. Contar com uma frota própria é sempre vantajoso, mas também gera uma quantidade imensa de custos voltados para manutenção, abastecimento, etc. Uma alternativa que vem se popularizando é o aluguel, que pode ser mais econômico para a empresa ao invés de comprar caminhões.

O modelo de aluguel oferece algumas vantagens exclusivas para as empresas que não desejam lidar com os custos constantes de manter uma frota. Geralmente, a corporação arca apenas com o gasto do pagamento do serviço e do abastecimento, enquanto a locadora se encarrega de manter os veículos revisados e em boas condições de uso. Acaba sendo uma alternativa válida para economizar mais.

Além disso, a operação da empresa também pesa muito nessa decisão. Para os empreendimentos que realizam muitos fretes a longa distância pode até ser vantajoso ter sua própria frota de caminhões, mas quando os trajetos são menores ou menos frequentes, o aluguel pode compensar mais. Essa flexibilidade é uma virtude exclusiva do modelo alugado, já que os gestores podem decidir quando utilizar uma frota menor, consequentemente reduzindo custos.

Não menos importante, o serviço de frotas alugadas também permite às empresas aceitarem pedidos variados, como um Frete para São Paulo, possibilitando trabalhar com cargas grandes, pequenas, mais pesadas, etc.

A corporação não precisa mais limitar suas atividades por falta de veículos adequados ou interromper sua operação quando for necessário fazer manutenção, já que a locadora conta com caminhões de todos os tipos e disponíveis para substituição imediata.

Em contrapartida, há sempre o risco de que os caminhões alugados não estejam em condições adequadas para uso, exigindo uma atenção constante dos gestores para garantir que a locadora está cumprindo com sua parte. Outro ponto negativo é que, quando não há uma frota particular, a empresa tem menos controle em relação à qualidade dos serviços prestados. Ainda assim, o maior controle das despesas e a modernização da frota acabam compensando esses fatores negativos.

Em todo caso, cabe exclusivamente aos gestores avaliarem a possibilidade e definirem se a medida é ou não vantajosa para a empresa a longo prazo. Por isso, é sempre importante contar com profissionais especializados em assuntos logísticos na equipe, além de incentivá-los a aprimorar suas habilidades através de cursos em Franca SP ou em outras regiões do Brasil. Dessa forma, é possível garantir decisões mais assertivas.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *