Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

13 de julho de 2024

Senado premiará iniciativas de educação para segurança no trânsito

O prêmio vai selecionar três ações educativas sobre trânsito, a cada ano.


Por Agência de Notícias Publicado 01/11/2023 às 11h00
Ouvir: 00:00
Prêmio educação e segurança no trânsito
As regras do prêmio de educação para segurança no trânsito estão publicadas no Diário Oficial da União. Foto: Marcello Casal Jr/Arquivo Agência Brasil

O Senado lançou o Prêmio Trânsito Seguro – Gesto Redobrado para o Futuro para as melhores iniciativas criadas por educadores, escolas ou instituições de ensino para promover a educação para o trânsito. As regras estão publicadas no Diário Oficial da União da última sexta-feira (27).

O prêmio vai selecionar três ações educativas sobre trânsito, a cada ano. Ela ocorrerá a partir das indicações de iniciativas nas escolas de ensino infantil, fundamental e médio, ou das instituições de ensino superior, públicas ou privadas.

Poderão ser indicados e indicar tanto as instituições, quanto os profissionais que atuam nelas, ou parlamentares.

Para inscrever a iniciativa no prêmio de educação para segurança no trânsito, é necessário apresentar à Mesa do Senado Federal, até o dia 1º de agosto de cada ano, uma justificativa de indicação, o currículo do indicado, ou do responsável pela instituição indicada, e a documentação que comprove a ação, como fotos, matérias jornalísticas e outras publicações.

Como prêmio será entregue aos três selecionados um Diploma do Mérito Prêmio Trânsito Seguro – Gesto Redobrado para o Futuro, em sessão especial do Senado, a cada dia 25 de setembro, quando é celebrado o Dia Nacional do Trânsito.

A escolha dos premiados acontecerá por um conselho, também criado pela Casa. Ele terá a participação de um representante de cada partido político com assento no Senado. O grupo será responsável por estabelecer os critérios do concurso, elaborar e divulgar as regras de inscrição. Além disso, fazer a escolha dos premiados e encaminhar à Mesa, até o dia 1º de setembro, o nome dos escolhidos para divulgação no Plenário e pelos veículos de comunicação da Casa.

Os integrantes do conselho escolherão um presidente, com mandato de 1 ano, com direito à recondução. O prêmio terá financiamento pelo orçamento do Senado assim como os participantes não terão remuneração para tal atividade.

As informações são da Agência Brasil

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *