Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

12 de julho de 2024

Tecnologia facilitando a vida dos condutores


Por Assessoria de Imprensa Publicado 02/04/2022 às 16h30 Atualizado 08/11/2022 às 21h12
Ouvir: 00:00

Desde 2021, diversos municípios usam a tecnologia facilitando a vida dos condutores e começaram a testar o pagamento de multas e impostos por meio do Pix.

TECNOLOGIACom a modalidade de pagamento, o tempo de espera para a baixa do pagamento das taxas do Detran Amazonas cairá de dois dias úteis para algumas horas. Crédito: Detran/AM

A vida dos condutores deve ser guiada a não cometer infrações de trânsito, mas, nem sempre, isso é possível. E, quando isso acontece, chega ao endereço uma notificação para pagamento. Até pouco tempo muita gente sofria para efetuar esse pagamento, por não ter conta no banco específico no Estado, pela falta de tempo para ir à instituição financeira etc. Agora, basta fazer um Pix. Diversas localidades no país já adequaram seu sistema de recebimento de multas e do IPVA via pagamento instantâneo brasileiro.

JarinuValinhos e Taubaté (SP) são três exemplos de prefeituras que já disponibilizam a opção de pagamento das multas de trânsito municipais via Pix. No Paraná, pagamento do IPVA agora também poderá ser feito via Pix em qualquer banco.

A nova opção de tecnologia veio para facilitar a vida dos contribuintes e condutores, que enfrentaram dificuldades para realizar transações, principalmente durante a pandemia.

Durante o ano passado, diversos municípios começaram a testar o pagamento por meio do sistema de pagamento criado pelo Banco Central. Manaus registrou o início dessa facilidade no último trimestre do ano e, segundo do Detran (AM), o tempo de espera para a baixa do pagamento das taxas do órgão cairá de dois dias úteis para apenas algumas horas.

Nesse sentido, no outro lado do país, na mesma época, o Governo do Estado do Rio Grande do Sul contabilizou quase 10 mil pagamentos do IPVA por meio do Pix no primeiro dia de antecipação do tributo; um total de R$58,5 milhões, recursos que o Estado e prefeituras compartilham.

Pagamento seguro, com informações confiáveis

Tudo que circunda a internet gera temor em muita gente. O primeiro passo para não cair em fraudes é baixar o boleto. Assim como o código de barras e QRCode direto na Secretaria da Fazenda da região onde mora. Além disso, é importante conhecer as dicas de segurança dadas pelo Banco Central. O Pix pode ser realizado a partir de uma conta corrente, conta poupança ou conta de pagamento pré-paga. É prático, bem como rápido e seguro.

De acordo com a instituição, o Pix conta com diversos mecanismos de segurança, alguns dos quais desenvolvidos com exclusividade para essa inovação. Um deles é que a identidade do pagador é digitalmente autenticada, por senha, bem como token, reconhecimento biométrico, ou outro método de segurança adotado pela instituição bancária.

Tecnologia para os condutores também ajuda a economizar

A tecnologia, por exemplo, ajuda também a economizar. Desde abril de 2021, quando passaram a vigorar as novas regras do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o condutor que se cadastrar no Sistema de Notificação Eletrônica (SNE) pode obter até 40% de desconto no pagamento das infrações de trânsito. O SNE é um meio de comunicação virtual, disponibilizado pela Secretaria Nacional de Trânsito – SENATRAN. Ele permite o envio de notificações, comunicados e documentos em formato digital. O desconto é válido até a data de vencimento da multa. Caso, por exemplo, o usuário opte por não apresentar defesa prévia nem recurso, reconhecendo o cometimento da infração, conforme art. 284 e 282-A do CTB.

Conforme Luiz Gustavo Campos, diretor e especialista em trânsito da Perkons, mesmo com as alterações no Código de Trânsito em relação ao desconto para pagamento, “para garantirmos segurança viária, pedestres, motoristas e todos os usuários das vias devem conhecer a lei e cumpri-la. Um trânsito mais humano necessita desempenho, respeito e participação de todos”, comenta.

As informações são da Assessoria de Imprensa da Perkons

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *