Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

25 de julho de 2024

Toyota mostra novas tecnologias de direção autônoma


Por Mariana Czerwonka Publicado 17/10/2013 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 23h27
Ouvir: 00:00

Toyota testa tecnologias

Um dos sistemas é capaz de frear o carro e, se necessário, virar a direção para não atropelar pedestre

A Toyota também entrou na corrida para o desenvolvimento do carro autônomo, capaz de dirigir e tomar decisões sem a interferência do motorista. A montadora apresentou nesta semana três tecnologias nesse sentido.

Um deles é o sistema pré-colisão, que impede o atropelamento de um pedestre ao frear e, se necessário, mudar a direção do carro. O sistema combina alertas visuais e sonoros com assistente automático de freio e direção. Avisos sonoros são emitidos primeiro e, se o risco de atropelamento continuar, os outros sistemas são acionados.

A marca também desenvolve um sistema de comunicação entre os carros. Em vez de apenas confiar em radares de monitoramento do entorno dos veículos para evitar colisões, o sistema faz com que os automóveis “conversem” entre si e evitem acidentes. Além disso, a troca de informações leva em conta dados sobre aceleração e desaceleração, o que em tese otimiza o trânsito e o consumo de combustível.

O terceiro sistema mostrado pela Toyota é o controle de mudança de faixa. A fabricante garante que o recurso é mais avançado do que os que já existem. Ele analisa a estrada por meio de câmeras e sensores para deixar o carro em um movimento constante e suave, evitando mudanças bruscas desnecessárias. A marca japonesa afirma que os dispositivos acima citados poderão estar nos automóveis a partir de 2015 e que seus veículos autônomos já estarão nas ruas do Japão em fase de testes no mesmo ano.

Fonte: IG

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *