Trending News

Notícias

Ensinando a aprender

Como funciona o processo para tirar a habilitação? Veja como abordar o assunto em sala de aula 

Como funciona o processo para tirar a habilitação? Veja como abordar o assunto em sala de aula
Foto: Freeimages.com

A sugestão é para que, logo no primeiro dia de aula teórica, seja remota ou presencial, o Instrutor repasse como será o processo para tirar a habilitação. Veja abordagens.

Foto: Freeimages.com

Em todos os setores da nossa vida, nos deixamos levar, muitas vezes, pela crença de que o outro sabe tanto quanto nós a respeito de algo que faz parte do nosso dia a dia. Vale lembrar o ditado que diz: “nem sempre o que é óbvio para você, é óbvio para o outro”.

Pensando nisso, porque não revisar com os candidatos à primeira habilitação, como é todo o processo?

Claro que o aluno quando foi efetivar a matrícula, recebeu explicações e orientações. Ainda assim, na empolgação do momento, pelo fato de estar fazendo matrícula, o candidato prestou pouca atenção ou quase nenhuma ao que vai acontecer após a sua aprovação no exame médico.

A sugestão então é para que, logo no primeiro dia de aula teórica, seja remota ou presencial, o Instrutor repasse com os alunos como será o processo para tirar a habilitação. O mesmo para o primeiro dia de aulas práticas.

A ideia não é se ater às questões burocráticas, mas sim dar uma visão geral do que irá aprender, qual a finalidade de aprender as disciplinas previstas em Legislação e como vai aplicar tudo isso em seu dia a dia no trânsito. Esse é o momento de mostrar a importância da formação que irá receber.

Acordos com os alunos

É um momento importante para firmar os “acordos” com os alunos: atrasos, faltas, adiamentos, uso de celular, participação nas aulas, valorização dos conteúdos que serão apresentados. Pode-se abordar a questão da tão temida prova teórica, o medo da reprovação e o quão importante é que os alunos participem realmente das aulas para que possam ser aprovados. Lembrar a todos que você faz a sua parte da melhor forma possível para que consigam a aprovação, mas que, o sucesso está nas mãos de cada um e vai depender do seu comprometimento.

Aproveitar para oferecer aos alunos sugestões de sites de conteúdo e vídeos que possam utilizar para complementar sua formação também é extremamente importante e fará com que tragam dúvidas ou comentários para fazer em sala de aula, melhorando a participação. Com isso, todos ganham: Instrutor, o aluno que aceitou a sua sugestão e os demais que estão, a princípio, apenas participando das aulas. Muitas vezes, para estes últimos, essa discussão é o bastante para motivá-los a saírem busca de novas fontes para aprender.

Importante entender também que a aprendizagem não acontece da mesma forma para todos os alunos. Muito deles aprenderão com a explanação teórica, outros, lendo, outros assistindo vídeos e até há os que precisam escrever o conteúdo para conseguir aprender. Cabe ao Instrutor, seja teórico ou prático, descobrir de que forma seus alunos aprendem e, ainda que com pouco tempo, conseguir atender a cada um da melhor forma possível.

O resultado disso é que muitos daqueles alunos que aprenderam do “seu próprio jeito” não vão esquecer os conteúdos, conseguirão entender a sua aplicação prática e, consequentemente, serão melhores condutores.

Leia mais

Covid-19: como os CFCs podem enfrentar esse desafio 

Notícias Relacionadas