Trending News

Notícias

Notícias

5 dicas para evitar acidentes de trânsito com crianças 

5 dicas para evitar acidentes de trânsito com crianças
Os dados demonstram que não é só dentro de um veículo que a criança corre perigo.
Acidentes com crianças
Poucas coisas ensinam mais do que o bom exemplo.

Em maio, todos os anos, acontece a Semana Global de Segurança no Trânsito, data escolhida pela Organização das Nações Unidas (ONU) para alertar autoridades, organizações da sociedade civil e a população em geral sobre os perigos do trânsito em todo o mundo.

No Brasil, o trânsito é a principal causa de mortes por motivos acidentais de crianças com idades entre zero e 14 anos. Segundo dados do Datasus, em 2013, 1.755 crianças morreram em acidentes de trânsito no país e, em 2014, 141.150 foram hospitalizadas por esse motivo.

Com o objetivo de colaborar com o aumento da segurança viária para as crianças, a Criança Segura separou cinco dicas para evitar acidentes no trânsito. Confira:

1 – Use sempre a cadeirinha

Não importa se é para ir para outra cidade ou só até a esquina. Se você vai sair de carro com uma criança menor de sete anos e meio, deve sempre usar a cadeirinha. Esse é o jeito mais seguro de proteger as crianças dentro de um carro. Para saber mais sobre o assunto, leia nosso guia Criança Segura no Carro.

2 – Escolha o dispositivo correto para cada criança e siga o manual de instrução

Qual o dispositivo correto para eu transportar uma criança no carro? Como escolher o modelo mais seguro? Essas são dúvidas muito recorrentes na hora que se precisa usar uma cadeirinha.

No Brasil, existem três tipos de dispositivos de retenção veicular: o bebê conforto, a cadeirinha e o assento de elevação. Cada um é indicado para uma faixa etária e de peso e tamanho diferente da criança. Para te ajudar, a Criança Segura possui um Guia da Cadeirinha, com informações sobre os tipos de dispositivo de retenção mais indicados para cada idade e peso da criança.

É importante destacar que, na hora de escolher um desses dispositivos, é essencial verificar se ele possui o selo do Inmetro ou a certificação de segurança europeia ou americana e testar a instalação no seu veículo.

E não se esqueça de seguir sempre o manual de instalação da cadeirinha. Caso você tenha dúvida se a instalação está correta, nós preparamos um passo a passo que irá te ajudar a verificar se está tudo certo. Clique aqui para conferir.

3 – Ensine as crianças sobre as regras de segurança no trânsito e dê o exemplo

Poucas coisas ensinam mais do que o bom exemplo. Por isso, é muito importante que os adultos sigam as regras de segurança no trânsito e as expliquem para as crianças.

Olhar para os dois lados antes de atravessar a rua, sempre usar a faixa de pedestre, respeitar as sinalizações de trânsito e fazer contato visual com o motorista antes de atravessar pela frente de um carro são algumas das atitudes que evitam acidentes. Pratique-as e incentive as crianças a agirem dessa forma também.

4 – Para andar de bicicleta, use sempre o capacete

Andar de bicicleta é uma atividade muito divertida e saudável. Mas, para evitar qualquer perigo durante a diversão, é essencial que as crianças usem os equipamentos de segurança adequados (capacete, joelheira e cotoveleira).

A dica aqui para evitar que a criança se recuse a usar os equipamentos é levar ela junto com você para que ela escolha o modelo e a cor que mais lhe agradam. Além disso, converse com ela sobre a segurança que esses equipamentos oferecem. Assim, fica muito mais fácil dela se proteger e brincar tranquilamente.

5 – Crianças na rua? Atenção redobrada!

Crianças nem sempre estão atentas ou conhecem as regras de segurança de trânsito. Por isso, você motorista deve estar sempre ligado. Respeite o limite de velocidade e as regras de trânsito, preste muito atenção ao andar em ruas onde existem escolas ou onde crianças podem estar brincando e sempre tome muito cuidado ao entrar e sair de garagens. Essas pequenas ações podem evitar grandes acidentes.

Para conhecer mais dicas de prevenção de acidentes, acesse http://criancasegura.org.br/page/dicas-de-prevencao.

Com informações da ONG Criança Segura

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *