Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

22 de fevereiro de 2024

Acidentes de trânsito matam mais que câncer no Brasil


Por Mariana Czerwonka Publicado 05/08/2013 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 23h33
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Acidentes matam mais que câncer.

Levantamento do Observatório Nacional de Segurança Viária divulgado pela revista Veja nesta semana aponta que o número de vítimas no trânsito no Brasil é o maior do planeta.

Segundo a pesquisa, com base em registros no seguro DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre), o país tem 31,3 vítimas fatais por 100 mil habitantes; mais que o verificado no Catar, El Salvador, Belize e Venezuela.

Os dados revelam que morre-se mais em acidentes de trânsito no Brasil do que por homicídio ou câncer, por exemplo. Apenas no ano passado, foram contabilizadas pelo DPVAT 60,7 mil mortes, número 4% superior em relação a 2011, além de 352 mil casos de invalidez permanente.

A maior parte dos acidentes foi registrada entre jovens de 18 e 34 anos – 41% do total –, o equivalente a duas tragédias como a da Boate Kiss por semana. Mais de 95% dos desastres viários são resultado de irresponsabilidade e imperícia dos motoristas e 40% das vítimas estavam em motocicletas.

Em 2012, os trechos mais letais em rodovias federais foram as BR-316 (Pará), BR-381 (Minas Gerais), BR-101 (Espírito Santo), BR-277 (Paraná) e BR-040 (Minas Gerais).

Fonte:  Bahia Notícias

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *