Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

25 de junho de 2024

Ansiedade no trânsito pode afetar saúde do motorista, diz psiquiatra


Por Mariana Czerwonka Publicado 01/08/2013 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 23h33
Ouvir: 00:00

Ansiedade pode afetar o motorista

Trânsito faz o indivíduo se sentir encurralado, diz especialista. Situação de ansiedade provoca aceleração dos batimentos e descarga de adrenalina

Os sinais de ansiedade ao volante podem até ser sutis, mas algumas reações quase sempre evidenciam o sentimento de quem está dentro do carro, dizem especialistas. A tensão do motorista pode provocar descarga de adrenalina, aceleração dos batimentos cardíacos e em alguns casos até a taxa de açúcar no sangue aumenta.

“A situação de congestionamento no trânsito de uma grande cidade como São Paulo é uma situação de encurralamento, o indivíduo fica encurralado”, diz o psiquiatra comportamental da Unifesp Geraldo Possendoro.

Consequências da ansiedade

Segundo o especialista, essas reações são provocadas pelo estresse e, muitas vezes, acabam extrapolando os limites.

O promotor de vendas Rafael Pinheiro conta que quase morreu no trânsito após uma discussão. “Quase morri por causa de uma briga. O cara puxou a arma e me deu um tiro”, conta.

“Nas situações nas quais essa ansiedade começa a se elevar e ficar de moderada a intensa, o circuito é ativado fortemente e reações físicas vêm”, explica Possendoro.

Fonte: G1 Notícias

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *