Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

22 de fevereiro de 2024

Ar-condicionado pode ajudar motorista na direção


Por Mariana Czerwonka Publicado 06/05/2014 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 23h13
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Ar condicionado no carroO sistema de ar-condicionado é muito bem-vindo em épocas quentes, mas ele não é importante só nesses dias. O sistema de climatização do veículo é responsável por manter a temperatura interna a mais agradável possível, e isso influencia a nossa forma de dirigir, porque evita a fadiga.

No interior do carro, o clima ideal é aquele em que condutor e passageiros não sintam nem frio nem calor. Por isso, alguns sistemas controlam automaticamente a temperatura, a umidade e a circulação de ar com esse objetivo.

A zona de conforto e bem-estar deve ficar entre 23ºC e 27ºC, com uma umidade relativa do ar entre 35% e 65%. O sistema de climatização mistura determinadas quantidades de ar frio e ar quente, sendo que a proporção depende da posição de uma válvula de mistura. A circulação desse ar pode ser via captação externa, interna ou parcial.

O controle pode ser feito manualmente também. E aí valem algumas dicas.

1) O funcionamento contínuo do sistema de climatização na posição de recirculação do ar pode aumentar a umidade dentro do veículo, embaçando os vidros e comprometendo a visibilidade.

2) Esse uso contínuo também não é recomendado por muito tempo em viagens longas. Isso porque não há renovação interna de ar, o que pode ser prejudicial à saúde dos passageiros. Por isso, é importante fazer a mudança periódica da captação do ar externo, para que o ar seja renovado dentro do veículo.

3) Durante a refrigeração do ar, dá para notar um fluxo de neblina saindo dos difusores, causando rápido arrefecimento e entrada de ar úmido. Calma, essa é uma situação normal ao ar-condicionado.

4) Regule sempre a temperatura do sistema de climatização de acordo com a zona de conforto. Temperaturas muito baixas podem causar desconforto, retrações musculares e perda da atenção ao trânsito.

5) É importante ressaltar que uma boa manutenção do sistema de climatização, como substituição do filtro de cabine (antipólen) e a limpeza periódica das tubulações, garante uma melhor qualidade do ar.

Fonte: Paraná Online 

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *