Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

22 de fevereiro de 2024

Atropelamentos envolvendo crianças: veja oito dicas preciosas para passar ao seu filho!


Por Mariana Czerwonka Publicado 09/06/2022 às 11h15 Atualizado 08/11/2022 às 21h09
 Tempo de leitura estimado: 00:00

O Portal do Trânsito, com a ajuda do especialista Celso Mariano, lista oito dicas preciosas para prevenir atropelamentos envolvendo crianças.

Prevenindo atropelamentos com criançasEntre janeiro e agosto de 2021, o índice de internações por atropelamentos de crianças cresceu 9%. Foto: Depositphotos

Um dado divulgado recentemente chamou a atenção negativamente de quem tem filhos.  O número de casos de internações de crianças, assim como de adolescentes por atropelamentos voltou a crescer. Conforme dados divulgados pela Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), entre janeiro e agosto de 2021, o índice de internações por atropelamentos de crianças e adolescentes entre zero e 19 anos, na condição de pedestres ou ciclistas, cresceu 9% – em comparação ao mesmo período de 2020.

Ainda segundo os números, no total, mais de seis mil delas foram hospitalizadas em estado grave em todo o país e quase 500 foram a óbito no local onde ocorreu o acidente.

Crianças são mais frágeis

De acordo com Celso Mariano, especialista em trânsito e diretor do Portal do Trânsito&Mobilidade, as crianças fazem parte de um dos grupos mais vulneráveis a acidentes no trânsito.

“Isso porque seus corpos são mais frágeis e ainda estão em desenvolvimento. Como muitas ainda têm uma pequena estatura elas podem ficar escondidas do campo de visão dos condutores. Além disso, crianças não têm o que chamamos de percepção de risco e não conseguem avaliar corretamente a distância e velocidade de um veículo”, explica.

Por esse motivo, o Portal do Trânsito, com a ajuda do especialista Celso Mariano, lista oito dicas preciosas para prevenir atropelamentos de crianças.

01 – Dê o exemplo.

Essa é uma das dicas mais valiosas em todas as situações do trânsito. Não adianta ensinar algo para a criança e na prática fazer diferente. Nesse sentido, ao atravessar uma rua, faça o correto sempre. Olhe para os dois lados, bem como respeite os sinais de trânsito e a faixa de pedestre e mostre para a criança cada ação. “É importante olhar para o condutor para perceber se ele está te enxergando. Esse contato visual pode evitar acidentes. Ensine isso ao seu filho”, orienta Mariano.

02- Não permita que crianças menores de 10 anos andem sozinhas pela rua.

A supervisão de um adulto é essencial até a criança ter maturidade suficiente para reconhecer os perigos e saber agir frente a eles. E lembre-se, sempre que andar pela rua com uma criança, segure-a firmemente pelo pulso.

03- Ao definir trajetos, como para a escola, escolha o mais reto.

Quando a criança já puder andar sozinha, acompanhe-a nas primeiras vezes e definam um trajeto único, evite fazer caminhos diferentes. Ensine como se comportar de forma prudente. Além disso, escolha o trajeto com menos ruas para atravessar.

04- Crianças devem utilizar roupas claras e chamativas.

No trânsito, é essencial ver e ser visto. Quando a criança veste roupas claras e chamativas, por exemplo, ela pode ser vista de uma maior distância.

05- Olhar para os dois lados e atravessar só quando estiver livre.

Ensine a criança a olhar para os dois lados várias vezes antes de atravessar e só cruzar a rua quando tiver certeza de que é seguro. Além disso, incentive-a a continuar olhando para os dois lados enquanto caminha. Oriente que as crianças devem usar a faixa de pedestre sempre que ela estiver disponível. Quando não houver faixa de pedestre, as crianças devem procurar outros locais seguros para atravessar, seja na esquina, bem como em passarelas ou próximo a lombadas eletrônicas.

06- Não atravessar por trás de carros, ônibus, árvores e postes.

Novamente vale a máxima do ver e ser visto. Pela estatura, as crianças podem não ser vistas se ficarem posicionadas atrás de obstáculos.

07- Nunca correr para a rua.

Outra dica valiosa é ensinar a criança que ela nunca deve correr para a rua, seja para pegar uma bola ou para encontrar um amiguinho. A criança pode tropeçar ou pode atravessar a via sem se dar conta que está vindo um veículo.

08 – Ao desembarcar do ônibus, aguarde ele se afastar.

Ao desembarcar do ônibus, diga para as crianças esperarem que o veículo pare totalmente para descer, assim como aguardem que ele se afaste para atravessar a rua.

“No trânsito, prevenir é melhor do que remediar. Nesse sentido, estudos apontam que até 90% dos acidentes podem ser evitados”, explica Celso Alves Mariano, especialista e diretor do Portal do Trânsito.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *