Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

19 de julho de 2024

Mais de 24h após caminhão tombar e gerar vazamento de diesel, BR-277 é completamente liberada


Por Banda B Publicado 15/11/2023 às 17h28
Ouvir: 00:00

Mais de 24 horas após um caminhão-tanque tombar e provocar vazamento de diesel, a BR-277 foi completamente liberada para o tráfego de veículos na tarde desta quarta-feira (15). O trânsito operou sob meia-pista na maior parte do tempo nas imediações do quilômetro (km) 101, algo que gerou lentidão a motoristas que seguiam ao interior do Estado.

tombamento caminhao tanque
Caminhão-tanque tombado na BR-277. Foto: PRF-PR

A informação foi divulgada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) por volta das 16h30. Ao longo desta quarta, equipes trabalharam na limpeza do óleo diesel, que chegou a atingir a bacia do Rio Passaúna, conforme confirmou o Instituto Água e Terra do Paraná (IAT/PR) ao G1.

Três guinchos atuaram no destombamento da carreta, ao longo da manhã, conforme revelou a PRF. Entre 10h30 e 11h30, a BR-277 ficou completamente interditada para o trabalho das autoridades. A PRF chegou a informar que rotas alternativas poderiam ser tomadas via Araucária e Campo Magro, cidades metropolitanas, por conta do congestionamento.

Linhas de ônibus que seguem até Campo Largo também enfrentaram atrasos, conforme noticiou a Agência de Assuntos Metropolitanos do Paraná (AMEP):

Devido o tombamento de uma carreta na BR-277, sentido Campo Largo, logo após o entroncamento com o Contorno de Curitiba, as linhas que atendem o município estão apresentando atrasos em seus atendimentos. A pista segue liberada, porém, com trânsito lento*.

*trecho original da nota.

Às 16h30, conforme monitorou a reportagem da Banda B no aplicativo Waze, o congestionamento chegou a atingir 11 km no km onde rolou o acidente. Veja imagens feitas pela PRF no local.

Não há previsão para que o trânsito volte a ser normalizado na região.

Publicado primeiro por

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *