Notícias

Notícias

Como funciona o seguro para carro roubado e recuperado? 

Como funciona o seguro para carro roubado e recuperado?
Foto: Pixabay.com

Entenda como funciona o seguro para carros recuperados e como será feito o pagamento da indenização.

Jeniffer Elaina – 

do site Smartia Seguros

Carro roubado
Foto: Pixabay.com

Uma das grandes preocupações dos motoristas é com o roubo e furto de veículos. Se o carro é levado pelos bandidos e a pessoa não tem um seguro fica no prejuízo.

Parte dessas perdas pode ser minimizada com a devolução do IPVA, mas isso ainda é pouco. O melhor é que o carro seja recuperado em perfeitas condições, o que nem sempre ocorre.

Quem tem um seguro auto fica um pouco mais tranquilo, pois poderá contar com a indenização da seguradora. O que muitos têm dúvidas é sobre como funciona o seguro para carros recuperados.

O que é seguro para carro roubado?

Antes de falar como funciona o seguro para carro roubado é necessário entender o que ele é. Esse é um produto que oferece proteção contra o roubo do veículo, ou seja, quando é levado pelos bandidos sem que haja facilitação do segurado.

Ele pode ser contratado apenas na modalidade roubo e furto, com restrição de cobertura apenas para essas situações. Outra possibilidade é ter um seguro auto tradicional que protege contra colisão, roubo, furto e outras situações. Nesse último caso ele será mais completo.

Como fica o seguro para carros recuperados?

Existem diferentes situações a respeito do seguro para carros recuperados. É preciso analisar cada uma delas e descobrir em qual o segurador se encaixa.

Seguro para carros recuperados com cobertura completa

O primeiro caso que podemos citar é em relação ao seguro tradicional. Se o veículo for recuperado teoricamente a seguradora não precisaria arcar com nenhum custo.

A questão é que o carro nem sempre volta em boas condições, ele pode ter sido batido ou até mesmo queimado. Como existe a cobertura do seguro, a indenização será conforme as condições do veículo.

Se estiver em perfeitas condições, o segurado não terá nada a receber.

Se o carro sofreu colisão a seguradora arcará com os reparos, afinal, existe proteção para esse caso. Nesse caso o segurador deve arcar com o valor da franquia.

Se a colisão ou danos tiverem um custo superior a 75% dos veículos para que o reparo seja feito, é aplicada a regra de perda total.

Quando acontece a perda total do veículo, a pessoa recebe a indenização pelo valor de mercado conforme acordado na apólice e não no carro.

Seguro para carros recuperados apenas com proteção de roubo e furto

Quando existe a proteção apenas contra roubo e furto e o carro é recuperado, deixa de ser caracterizada as coberturas contratadas.

O carro é entregue ao proprietário e a responsabilidade da seguradora termina. Se houver algum dano ao carro, o conserto será de responsabilidade do proprietário, pois ele não possui coberturas para isso.

Seguro para carros recuperados com a indenização já paga

Pode acontecer de o veículo ser encontrado após muito tempo passado o roubo. Nesse caso o segurado já terá sido indenizado pelo veículo roubado, ou seja, já terá recebido o valor do carro para comprar um novo.

Com o pagamento da indenização será necessário passar o carro para a seguradora deixando de pertencer ao proprietário indenizado.

Se o carro é recuperado após a transferência não muda nada para o segurado. Ele já terá sido ressarcido pelas perdas e o carro pertencerá à seguradora.

Qual o prazo para o carro ser considerado recuperado?

Quando ocorre um sinistro a orientação é comunicar imediatamente a seguradora e começar a dar andamento aos trâmites burocráticos, como envio dos documentos.

O prazo para recebimento da indenização é de 30 dias, porém, ele só começa a contar quando a seguradora recebe todos os documentos solicitados. Se o carro for encontrado dentro desse período em que a documentação está sendo enviada ou dentro do prazo de pagamento, ele é considerado recuperado.

Quando isso ocorre há a suspensão do pagamento da indenização por roubo e furto. Se houver danos eles poderão ser cobertos se a pessoa possuir coberturas adicionais como colisão e acessórios.

Qual seguro vale mais a pena em caso de roubo?

Existem diferentes tipos de seguro porque as pessoas têm necessidades diferentes. Nesse caso não há como dizer se o seguro tradicional ou o de roubo e furto é melhor, é preciso considerar os prós e contras.

O seguro de roubo e furto é mais barato, porém, no caso de veículos recuperados com danos, os reparos ficarão por conta do segurado.

O seguro tradicional possui um preço mais elevado, por outro lado garante o conserto se o carro recuperado estiver danificado.

O importante é entender como funciona o seguro para carros recuperados para fazer a escolha certa de acordo com seu perfil. Isso evitará problemas se o veículo for levado por bandidos.

 

Artigos Recomendados Para Você

Deixe um comentário

Campos obrigatórios *

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Politica de Privacidade.

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']