Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

22 de julho de 2024

Educação no trânsito: projeto alcança 10.800 estudantes no país em 2022

O projeto, existente em 29 países, foi implantado no Brasil no ano passado pela Junior Achievement Brasil.


Por Pauline Machado Publicado 13/01/2023 às 18h00
Ouvir: 00:00
Projeto de educação no trânsito
O objetivo é conscientizar os estudantes sobre comportamentos relacionados aos riscos de acidentes no trânsito. Foto: Divulgação.

Ao longo de 2022, 10.800 jovens foram impactados com a participação no Programa Global de Educação em Segurança Viária para uma Nova Geração, conhecido como VIA Brasil, superando a expectativa inicial de alcançar 8.300 alunos. O projeto de educação no trânsito, existente em 29 países, foi implantado no Brasil no ano passado pela Junior Achievement Brasil, realizado entre maio e outubro nas redes públicas e particulares do Ensino Fundamental até o 1º ano do Ensino Médio em cinco cidades, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Goiânia.

O objetivo é conscientizar os estudantes sobre comportamentos de risco no trânsito.

Números

De acordo com dados levantados pelo Programa, ano a ano os acidentes de trânsito interrompem a vida de mais de 1,35 milhão de pessoas em todo o mundo e causam lesões a mais de 50 milhões de indivíduos. Crianças, assim como os jovens, são os mais afetados. Isso porque os desastres causados por comportamentos de risco no trânsito representam, hoje, a principal causa de morte na faixa etária dos 5 aos 29 anos.

Na tentativa de reverter esse quadro trágico, o lançamento do programa ocorreu em 2019, pela Global Road Safety Partnership e pelas Fundações Michelin e TotalEnergies. A iniciativa beneficiou mais de 180 mil alunos de 875 escolas em todo o mundo. Estes receberam em média oito horas de treinamento estruturado em educação para o trânsito.

Educação

De acordo com Brenda Santos, diretora de Operações da Junior Achievement Brasil, o projeto VIA contou com suporte de articulação de toda a estrutura da organização. “Oferecemos aos estudantes uma abordagem inovadora de conscientização sobre os riscos no trânsito. Isso foi feito por meio de métodos ativos, emocionais e criativos, a fim de reduzir os acidentes entre os jovens”, ressalta. Já, Charles Fernandes, Country Chair da TotalEnergies no Brasil, enfatiza que o projeto estimulou o engajamento e a conscientização coletiva para um trânsito mais seguro. “A TotalEnergies está comprometida com a mobilidade segura. Esta é uma das nossas áreas prioritárias nas iniciativas de responsabilidade social que realizamos em todo o mundo. Com o VIA, estamos trilhando um caminho de educação e conscientização para os condutores do amanhã”, reforça.

Para Feliciano Almeida, CEO da Michelin América do Sul, a iniciativa nas escolas tem um papel social importante para desenvolver o pensamento crítico. Além disso, a criatividade e o senso de pertencimento nos estudantes. Neste sentido, o projeto busca ir além de ensinar regras de circulação. Contribuindo assim na formação de cidadãos responsáveis, autônomos e comprometidos com a preservação da vida.

“É fundamental pensarmos no amanhã, por isso, fazer parte desta iniciativa e contribuir para a conscientização dos jovens sobre um assunto tão importante para toda a sociedade nos deixa muito orgulhosos e felizes. Há mais de 130 anos, a segurança é prioridade para a Michelin e nos guia em direção a um futuro, cada vez mais, sustentável”, salienta e finaliza.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *