Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

24 de fevereiro de 2024

Na campanha de final de ano, Detran-SP traz novamente a “morte” como protagonista que deve entrar em férias

A nova campanha educativa do Detran-SP adota o bom humor para conscientizar os condutores e passageiros que pegarão a estrada durante os feriados de final de ano.


Por Assessoria de Imprensa Publicado 26/12/2023 às 14h59
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Com o mote “Nas férias, todo mundo só quer relaxar. Até ela…”, a nova campanha educativa do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) traz novamente o personagem da “morte” e adota o bom humor para conscientizar os condutores e passageiros que pegarão a estrada durante os feriados de final de ano e início de 2024 a respeitarem as leis de trânsito.

A recomendação principal é de que a tranquilidade seja mantida por condutores, por ser comprovadamente um dos principais itens de segurança para se evitar situações adversas no trânsito.

A campanha, criada pela agência Babel, será veiculada em rádios, emissoras de televisão aberta e por assinatura, peças de mobiliário urbano e internet. É composta por filme, spot, banners eletrônicos para redes sociais, além de peças para relógios de rua e pontos de ônibus. Com apoio da ARTESP – Agência Reguladora de Transporte do Estado de São Paulo, haverá distribuição de material educativo nas praças de pedágio. Além disso, veiculação de cartazes sobre a campanha nas rodovias paulistas concedidas com maior movimentação nas férias.

A bem humorada – e bem sucedida – figura da “Morte”, adotada pelo Detran-SP na sua campanha de férias escolares do meio de 2023, volta a estrelar as peças da nova temporada de final de ano com recomendações aos motoristas. Desta vez, ela aparece em diversas situações de férias, distante de seus “afazeres cotidianos”. Isso porque os diferentes condutores seguem para seus destinos de forma relaxada, com planejamento, observando leis de trânsito e com seus smartphones guardados. Dessa forma, para evitar transtornos no trânsito. As peças brincam com o senso de humor da população para reforçar o lembrete de que não vale a pena se estressar. E, muito menos, durante as viagens ou os trajetos. A prioridade é aproveitar verdadeiramente as férias e, principalmente, não correr riscos desnecessários que podem ser fatais.

“Uma das principais responsabilidades do Detran-SP é a conscientização e a educação por um trânsito mais seguro. Para que esse ambiente seja resguardado e verdadeiramente democrático para com todos, é fundamental que o cidadão se preocupe em deixar de beber antes de dirigir e respeitar as leis de trânsito, mas também em planejar a sua viagem com calma e antecedência, além de esquecer a existência do celular enquanto dirige. A concentração no trajeto é muito importante pois o estresse aumenta o número de sinistros”, comenta o diretor-presidente do Detran-SP, Eduardo Aggio.

Segundo dados da International Stress Management Association (ISMA-BR), associação brasileira integrante de uma instituição internacional de combate ao estress, a carga de estresse e ansiedade crescem 75% no fim de ano. E esse é um dos fatores que gera a “Dezembrite” ou Síndrome do Fim de Ano. Nesse período, por conta também da Dezembrite, alguns sinistros que poderiam parecer “bobos”, como os resultantes de desatenções ou impaciência em congestionamentos, podem ser mais frequentes. E, além disso, até assumir proporções maiores.

Vale destacar que 90% dos sinistros são ocasionados por falha humana.

Assim, é também papel do Detran-SP alertar os condutores sobre o perigo de dirigir sob estresse, afinal nenhuma morte no trânsito é aceitável. A mensagem subliminar da campanha é a de que os seres humanos cometem erros. No entanto, quando há planejamento e não existe interferência de fatores externos, além do estresse, a possibilidade de erro diminui.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *