Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

20 de julho de 2024

Deficientes visuais: respeite e conviva


Por Mariana Czerwonka Publicado 13/04/2012 às 03h00 Atualizado 10/11/2022 às 18h45
Ouvir: 00:00

De acordo com o último senso do IBGE, cerca de 6,5 milhões de brasileiros possuem algum tipo de deficiência visual. Foi pensando nisso, que o Movimento Conviva selecionou uma série de dicas sobre a segurança de deficientes visuais no trânsito. Confira:

Ao andar com uma pessoa com deficiência visual, deixe que ela segure seu braço. Não a empurre: pelo movimento de seu corpo, ela saberá o que fazer.

Ao auxiliar a pessoa com deficiência visual a atravessar a rua, pergunte-lhe antes se ela necessita de ajuda e, em caso positivo, atravesse-a em linha reta, senão ela poderá perder a orientação.

Se ela estiver sozinha, identifique-se sempre ao se aproximar dela.

Ao orientá-la, dê direções do modo mais claro possível. Diga direita ou esquerda, de acordo com o caminho que ela necessite. Nunca use termos como “ali”, “lá”.

Se um deficiente visual lhe pedir uma informação que você não sabe direito, não tenha receio de dizer que não sabe. Uma informação errada prejudica muito mais do que um não.

Ao conversar com uma pessoa com deficiência visual, fale sempre diretamente e nunca por intermédio de seu companheiro. A pessoa cega pode ouvir tão bem ou melhor que você.

Não evite as palavras “ver” e “cego”: use-as sem receio.

Ao afastar-se da pessoa com deficiência visual avise-a para que ela não fique falando sozinha. Com respeito, a convivência entre todos os pedestres fica muito mais fácil.

Fonte: Via Certa Natal

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *