Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de julho de 2024

Drogas potentes causam acidentes e são pesadelo no Japão


Por Mariana Czerwonka Publicado 22/02/2015 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 22h56
Ouvir: 00:00

Drogas perigosas causam acidentesOs acidentes de trânsito envolvendo motoristas usuários de “drogas perigosas” (kiken drug), têm seu foco principal em cerca de 20 tipos de substâncias com efeitos poderosos, de acordo com um estudo realizado pela Universidade de Kyoto e divulgado pelo Mainichi Shimbun. A polícia japonesa, que solicitou a pesquisa, tem encontrado enorme dificuldade em combater essas drogas porque, ao serem identificadas e proibidas, os traficantes rapidamente trabalham na modificação de suas fórmulas.

As kiken drug podem ter efeitos estimulantes ou depressores do sistema nervoso, dependendo das ervas e produtos químicos associados a elas. A pesquisa concluiu que as drogas que estão normalmente relacionadas aos acidentes são aquelas tranquilizantes, ou seja, com efeitos similares aos da maconha.

O responsável pelo estudo, Shuji Kaneko, professor na Escola de Pós-Graduação e Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de Kyoto, analisou os acidentes de trânsito relacionados a essas drogas, ocorridos no país entre os anos 2012 e 2014. O objetivo foi determinar o efeito dessas substâncias no corpo humano e a influência delas nos acidentes.

Em um caso ocorrido em Osaka, o professor concluiu que seis tipos de entorpecentes com efeitos tranquilizantes mais potentes que a maconha tinham sido utilizados simultaneamente. Em quatro acidentes ocorridos em 2014, os condutores haviam utilizado drogas perigosas que têm um efeito 120 vezes mais poderoso que a maconha. Ainda de acordo com o pesquisador, há casos em que as pessoas usam as drogas e apresentam rigidez muscular intensa, “ficam como bonecos de cera”, e sequer conseguem controlar os veículos.

Em relação à circulação de drogas perigosas, Kaneko ressaltou que as substâncias com efeitos mais potentes geram maior dependência. Os efeitos de curta duração determinam o aumento no número de utilizações o que, evidentemente, é interessante para quem vende as kiken drug.

Fonte: IPC Digital

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *