Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

26 de fevereiro de 2024

Taxas de serviços do Detran não terão reajuste em 2024

Os valores das taxas de serviços do Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) permanecerão inalterados em 2024.


Por Assessoria de Imprensa Publicado 27/01/2024 às 18h00
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Os valores das taxas de serviços do Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) permanecerão inalterados em 2024. A informação está no Diário Oficial do Estado de Goiás. Segundo a Secretaria de Estado de Economia, a manutenção se deve à variação negativa do IGP-DI da Fundação Getúlio Vargas. 

De acordo com a Lei nº 11.651/1991, usa-se o índice para reajustar anualmente os valores dos serviços estaduais. Entre as taxas inalteradas do Detran-GO estão o licenciamento anual, a renovação de CNH, a retirada da primeira habilitação e a segunda via de CRLV. Os recursos obtidos por meio das taxas destinam-se a benfeitorias e melhorias no trânsito.

O presidente do Detran-GO, delegado Waldir, ressalta que os recursos alcançados por meio das taxas são encaminhados para locação de veículos para a Secretaria de Segurança Pública, bem como o abastecimento de combustíveis para os carros e helicópteros.

“O Detran-GO ainda contribui para o funcionamento das unidades do Vapt Vupt, para o recapeamento de asfaltos nas cidades goianas, a duplicação de rodovias, além do auxilio na folha de pagamento dos servidores públicos”, explica o presidente do Detran-GO.

Paraná também congelou as taxas do Detran para 2024

Recentemente, o governador Carlos Massa Ratinho Junior determinou o congelamento de todas as taxas de serviços do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) para o exercício de 2024.

O Detran-PR ficou quatro anos sem reajustar o valor das suas taxas – de 2018 a 2021 –, período em que a correção chegaria a quase 26%. Em 2022 a porcentagem da atualização foi de 5,13%, ou seja, um índice bem abaixo dos valores estipulados durante estes anos.

“No ano passado já reajustamos as taxas do Detran e estamos fazendo o possível para não aumentar mais e onerar o bolso do paranaense”, disse o diretor-presidente do Detran, Adriano Furtado.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *