Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

25 de julho de 2024

Transferência digital de veículos já é possível no RJ


Por Mariana Czerwonka Publicado 06/06/2022 às 16h30 Atualizado 08/11/2022 às 21h09
Ouvir: 00:00

Assim como o Rio, outros Detrans também já aderiram a transferência digital de veículos. É o caso de: Rio Grande do Sul, Acre, Paraná, Ceará, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Roraima.

A partir de agora, no estado do Rio de Janeiro, também será possível iniciar o processo de compra e venda de veículos, entre pessoas físicas, sem a necessidade de reconhecer firma em cartório ou contrato em papel.  A operação de transferência digital de veículos será feita diretamente pelo aplicativo Carteira Digital de Trânsito, com a assinatura digital do Gov.br – o portal de serviços do Governo Federal.

Como irá funcionar

A assinatura eletrônica na Autorização para Transferência de Propriedade de Veículo (ATPV-e) poderá ser feita por qualquer proprietário, desde que o carro tenha documentação digital – caso dos veículos que saíram de fábrica ou foram transferidos a partir de 4 de janeiro de 2021.

Na operação, o vendedor entrará no aplicativo da Carteira Digital de Trânsito, informará o CPF do comprador e assinará digitalmente. O comprador receberá a notificação e repetirá o processo, também no aplicativo.

Para fazer a transação digitalmente, vendedores e compradores deverão ter o login qualificado no Gov.br. A autorização ficará armazenada no app da CDT. Depois, bastará ao comprador agendar atendimento em uma unidade do Detran/RJ para fazer a vistoria do veículo e efetivar a transferência.

Conforme o órgão, o novo sistema aumenta a comodidade do cidadão. Isso porque o processo ficou mais simples, bem como rápido e sem custo fazer a autorização de transferência. O usuário não paga para usar a assinatura eletrônica avançada.

“Agora, a autorização para transferência entre pessoas físicas vai poder ser feita de forma 100% digital. A adesão do Detran/RJ à ferramenta da Carteira Digital de Trânsito faz parte da nossa meta de melhorar a qualidade do atendimento prestado aos cidadãos. Nesse sentido, já introduzimos outros serviços pela internet, como o licenciamento de veículos digital, a carteira de identidade digital, o Posto Digital. Vamos continuar avançando em nosso processo de transformação digital”, disse o presidente do Detran/RJ, Adolfo Konder.

Detrans precisam aderir a nova funcionalidade

Para que a transferência digital de veículos possa ser usada, o estado, por meio do Detran onde o veículo está registrado, precisa ter aderido ao novo sistema.

Assim como o Rio, outros Detrans também já aderiram. É o caso, por exemplo, de: Rio Grande do Sul, Acre, Paraná, Ceará, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Roraima.

“Esta é mais uma alternativa de simplificação que a Senatran está oferecendo, dentro do escopo de transformação digital do Governo Federal, sem custo para o cidadão que tiver a Carteira Digital de Trânsito. O processo é feito com validação biométrica, reconhecimento facial, para trazer segurança para a transação”, afirma o secretário Nacional de Trânsito, Frederico Carneiro.

 

 

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *