Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

12 de julho de 2024

Evasão após acidente de trânsito: consequências legais e criminais

Este artigo visa explorar as implicações legais e criminais dessa ação, fornecendo um olhar sobre a legislação brasileira e as consequências de tais atos.


Por Assessoria de Imprensa Publicado 27/01/2024 às 15h00
Ouvir: 00:00

As leis de trânsito são pilares fundamentais para a manutenção da ordem e segurança nas vias públicas. Uma das situações mais críticas enfrentadas nas estradas é o acidente, ou sinistro, de trânsito.

Mais crítico ainda é quando um dos envolvidos opta por evadir-se do local sem prestar socorro. Este artigo visa explorar as implicações legais e criminais dessa ação, fornecendo um olhar sobre a legislação brasileira e as consequências de tais atos.

Entenda a lei de Socorro à Vítima

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é dever de todo motorista envolvido em um acidente prestar ou providenciar socorro à vítima, além de garantir a segurança do trânsito no local. A evasão do local do acidente, sem essa assistência, considera-se infração grave. Além das penalidades administrativas, como multas e pontos na carteira, o motorista pode enfrentar acusações criminais, especialmente se houver vítimas com ferimentos graves ou fatais.

Implicações Criminais

A evasão de local de acidente pode resultar em acusações criminais de omissão de socorro, previstas no artigo 304 do CTB. Dependendo das circunstâncias, como lesões corporais graves ou morte, as penalidades podem incluir detenção de seis meses a um ano, além de multa. Em casos mais graves, o motorista pode ser enquadrado em outros tipos penais, como homicídio culposo no trânsito, aumentando significativamente as sanções.

A Importância do Auxílio Jurídico

Nestes casos, a assistência de um advogado especializado é crucial. Nesse sentido, o profissional pode oferecer orientação legal adequada, representar o indivíduo nas negociações e processos judiciais e ajudar na mitigação das penalidades. Também é papel do advogado esclarecer dúvidas sobre direitos e deveres legais após um acidente de trânsito.

Exemplificando, podemos citar um caso onde um motorista, após causar um acidente com vítimas, fugiu sem prestar socorro. Posteriormente, foi identificado e acusado de omissão de socorro. A defesa, conduzida por um advogado especializado, focou em demonstrar a falta de intenção do acusado em omitir socorro, buscando uma redução das penalidades.

Prevenção e Conscientização:

Para evitar tais situações, é fundamental que os motoristas estejam cientes de suas responsabilidades legais em caso de acidente. Ou seja, manter a calma, prestar socorro, sinalizar o local e comunicar as autoridades são passos essenciais. A conscientização sobre as leis de trânsito assim como a responsabilidade social de cada condutor são cruciais para reduzir os acidentes e suas consequências.

Por isso, fique atento!

Entender as implicações legais e criminais da evasão após um acidente de trânsito é vital. A observância das leis de trânsito não apenas evita penalidades legais, mas também salva vidas e mantém a ordem nas vias públicas.

Sobre o VLV Advogados

Este artigo é uma colaboração do Escritório de Advocacia VLV Advogados especializado em direito criminal e o Portal do Trânsito. Com uma equipe experiente, oferecemos consultoria bem como representação legal de qualidade. Para mais informações ou assistência jurídica, entre em contato através canais de atendimento disponíveis no nosso site.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *