Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de julho de 2024

PL quer diminuir a velocidade nas vias brasileiras

Existe um projeto de lei pra diminuir a velocidade e também evitar que as pessoas só respeitem a sinalização perto dos radares.


Por Agência de Notícias Publicado 02/10/2023 às 18h00
Ouvir: 00:00

O investimento é sempre em novas ruas, em mais viadutos e em novas vias expressas. E o pedestre que se vire numa passarela suspensa ou subterrânea. A constatação é do professor de Engenharia de Tráfego da Universidade de Brasília Paulo César Marques.

No Brasil, a velocidade máxima na frente de escolas é quase sempre superior a 20 km por hora, limite recomendado pela Organização Mundial da Saúde. Outra orientação da OMS é reduzir para 50 por hora o limite em avenidas e para 30 por hora em ruas estreitas.

Mas por serem impopulares, não é simples promover essas mudanças. Quem fala sobre a necessidade de mudar essa cultura é a Ingrid Neto, coordenadora do Laboratório de Psicologia do Trânsito do Centro Universitário do Distrito Federal.

As soluções também passam pela substituição da palavra acidente, de acordo com o oficial técnico em Segurança Viária da OMS, Victor Pavarino.  

Quando um pedestre é atropelado a 60 km por hora, segundo a OMS, a chance de morte é de 98%. Já a 40 por hora, esse risco cai para 35%. Nas rodoviais, conforme o coordenador geral da Polícia Rodoviária Federal, Jefferson Almeida, 30% das lesões mais graves e fatais se concentram em apenas 4% da malha rodoviária.

Por isso, existe um projeto de lei pra diminuir a velocidade e também evitar que as pessoas só respeitem a sinalização perto dos radares.

Ouça o áudio da Rádio Agência Brasil:

As informações são da Agência Brasil

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *