Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

24 de julho de 2024

Projeto que suspende emplacamento de tratores vai à Câmara


Por Mariana Czerwonka Publicado 12/03/2015 às 03h00 Atualizado 08/11/2022 às 22h55
Ouvir: 00:00

Emplacamento de tratoresO projeto que suspende a obrigatoriedade de emplacamento de máquinas agrícolas (PDS 124/2013) seguiu nesta quarta-feira para a Câmara dos Deputados. A matéria foi aprovada no Senado na noite de terça-feira (10) suspendendo a necessidade de registro dos maquinários, como instituído pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) em 2012, por meio da resolução nº 429.

O projeto 124/2013, que visa à suspensão da obrigatoriedade de emplacamentos de máquinas agrícolas, é de autoria do senador mato-grossense Blairo Maggi (PR-MT). “É evidente, portanto, que o interior de fazendas e outras áreas privadas destinadas à produção agropecuária não estão abrangidos no conceito de ‘vias terrestres abertas à circulação’, logo não são regidas pelo Código de Trânsito Brasileiro”, declara Blairo Maggi.

A resolução do Contran, estabelece que todos os tratores e máquinas agrícolas tenham registro e emplacamento para trafegarem em vias públicas, o que envolve estradas vicinais, rodovias estaduais e públicas.

No dia 18 de dezembro de 2014, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) solicitou ao Contran o adiamento para a exigência do emplacamento de máquinas agrícolas para 1º de janeiro de 2017. Na ocasião o Denatran frisou ser necessário o adiamento para a readequação do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavan) e dos sistemas estaduais para receberem as novas informações.

Com informações da Agência Senado

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *